ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 21º

Política

Quarto vereador a ser julgado pelo TRE, Alceu Bueno diz que foi “achacado”

Por Josemil Arruda e Kleber Clajus | 10/12/2013 14:18
Alceu Bueno corre o risco de ser o quarto vereador da Capital cassado pelo TRE (Foto: arquivo)
Alceu Bueno corre o risco de ser o quarto vereador da Capital cassado pelo TRE (Foto: arquivo)

O vereador Alceu Bueno (PSL), da Câmara de Campo Grande, garante que “não há provas” que possam resultar na cassação de seu mandato na sessão de hoje do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a partir das 17 horas. Testemunhas que falam em compra de votos com uso de ticket combustível, segundo ele, são ex-assessores que tentaram arrancar dinheiro dele.

“Me achacaram, inventaram mentiras sem provas”, afirmou Bueno no começo desta tarde, ao ser indagado sobre o processo em que responde à acusação de captação ilícita de votos durante a campanha eleitoral do ano passado. “Além disso, tem coisa que foi feita fora do prazo”, acrescentou.

Na noite de ontem, o TRE decidiu por três votos a um cassar o mandato de três colegas de Bueno, os vereadores Paulo Pedra (PDT), Thaís Helena (PT) e Delei Pinheiro (PSD). Também estava previsto o julgamento de Alceu Bueno, mas seu advogado utilizou o regimento e, alegando falta de tempo para se preparar para fazer defesa oral, pediu adiamento. Os juízes deferiram o pedido e marcaram o julgamento para hoje.

Alceu Bueno se disse confiante no resultado do julgamento de logo mais. “Expectativa é de vitória. Estou tranquilo”, afirmou ele. Indagado sobre o que fará em caso de derrota, como aconteceu com seus três colegas de Câmara, Alceu respondeu: “Com certeza vou buscar meus direitos e outras instâncias”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário