A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/10/2012 13:36

Quatro pessoas são suspeitas por compra de votos em Jardim

Gabriel Neris e Nyelder Rodrigues

Quatro pessoas são suspeitas de compra de votos no município de Jardim, a 233 quilômetros de Campo Grande. O mandado de busca e apreensão foi expedido pela Justiça Eleitoral 22ª Zona Eleitoral e cumprido pela Polícia Civil no final da tarde desta sexta-feira (5).

A Polícia encontrou num mercado do município uma série de documentos com os nomes de 21 pessoas e o endereço de todas elas.

De acordo com o registro policial, nessa lista havia os seguintes dizeres “Partido dos Trabalhadores, o PT em primeiro lugar”. A lista continha vários nomes de alimentos com os valores especificados, e santinhos em nome de Cireno Falcão, 62 anos, candidato a vereador pelo PDT, e material de propaganda do candidato a prefeito Marcelo Henrique de Mello, também pelo PDT.

O mercado pertence a Rubens Borges Vaz, 48 anos. Ele foi ouvido e confirmou o crime eleitoral. Como não houve flagrante o homem foi liberado, mas responderá a acusação de compra de votos ao lado de Cireno Falcão, Marcelo Henrique de Mello e Ondina Fernandes Rocha, candidata a vereadora pelo PSDB.

Três testemunhas foram ouvidas pela polícia e confirmaram a compra de votos. Os candidatos acusados serão ouvidos pela polícia no decorrer do inquérito.

Defesa - Em contato com o Campo Grande News, o candidato a prefeito Marcelo Henrique de Mello negou todas as acusações, tanto a ele como ao citado candidato a vereador. Ele nega que exista o suposto material material irregular apreendido, e tenha havido apreensão.

Além disso, Marcelo também desmente a informação de que  Rubens Borges Vaz tenha confessado o crime eleitoral. Ele diz que não corre risco de cassação, e nem sequer foi preso ou ao menos chamado para comparecer na delegacia de polícia da cidade.

(matéria atualizada para correção e acréscimo de informações)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions