A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/03/2012 12:23

Quatro secretários do PPS e PSDB deixam cargos no dia 20 de março

Wendell Reis

Prefeito vai exonerar secretários de partidos que vão concorrer com o candidato do PMDB em outubro

Diretor da Funesp confirmou saída do cargo no dia 20 de março(Foto: João Garrigó)Diretor da Funesp confirmou saída do cargo no dia 20 de março(Foto: João Garrigó)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), deve exonerar no dia 20 de março os quatro secretários indicados pelos então aliados, PPS e PSDB. As exonerações acontecem porque os dois partidos, que sempre foram aliados do PMDB, devem lançar como candidatos Reinaldo Azambuja (PSDB) e Athayde Nery (PPS) para concorrer com o pré-candidato do PMDB à prefeitura da Capital, Edson Giroto.

A exoneração foi anunciada pelo prefeito em dezembro. Porém, Trad adiou a exoneração para o final de março. Na ocasião, o prefeito justificou que os secretários foram mantidos por questões técnicas e a permanência após março dependeria de conversas com os partidos. Hoje, Trad informou que a decisão sairá no dia 20 de março.

O Campo Grande News entrou em contato com o presidente do PSDB municipal e diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Carlos Alberto de Assis, que confirmou a saída no dia 20 de março.

Carlos Alberto explicou que o PSDB e o PPS estão conversando para decidir a melhor maneira de deixar o cargo. Porém, adianta que o processo está sendo tranquilo, tendo em vista que envolve pessoas adultas e parceiras. Com relação aos demais cargos de indicações partidárias, Carlos Alberto diz que depende do prefeito. “A tendência é que indicados pelo PPS e PSDB saiam, em comum acordo com ele ou como determinar”.

O Campo Grande News apurou que o prefeito solicitou que os secretários organizem as secretarias para os substitutos. Entretanto, ainda não há informações dos nomes que vão assumir as pastas.

Atualmente o PSDB ocupa a Secretaria de Educação, ocupada por Maria Cecília Amêndola e a Funesp. O PPS está à frente da Funsat (Fundação Social do Trabalho), presidida por Luiza Ribeiro, Fundação de Cultura, ocupada por Roberto Figueiredo, e o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), presidido por Cézar Galhardo.

Aliados acreditam que devem ficar em cargos da Prefeitura até março
O presidente estadual do PPS, vereador Athayde Nery, e o presidente estadual do PSDB, deputado federal Reinaldo Azambuja, devem conversar com o prefe...
Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions