A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

23/05/2016 11:15

Reinaldo espera punição aos culpados e que País volte a crescer

Governador diz que o Brasil precisa "virar esta página negativa"

Leonardo Rocha
Governador comentou sobre as denúncias da Operação Lava Jato (Foto: Alcides Neto)Governador comentou sobre as denúncias da Operação Lava Jato (Foto: Alcides Neto)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que espera que todos os culpados por desvio de recursos públicos, investigados pela Operação Lava Jato, sejam punidos, para que o País possa "virar a página negativa" e assim retome o crescimento e a geração de empregos, assim ajudando os estados e a população.

"São denúncias que devem ser apuradas (Lava Jato), quem tem culpa que pague pelo ônus de ter lesado o Estado", disse ele, nesta manhã (23), durante entrega de doação aos municípios afetados pelas chuvas. Reinaldo disse que o importante é deixar que os órgãos de controle possam fazer a devida investigação e fiscalização dos fatos.

"Vamos esperar o trabalho (órgãos de controle), que avancem nas investigações, sem fazer nenhuma pré-julgamento, concedendo direito de defesa e contraditório que todo cidadão tem direito, o que será melhor para todos os brasileiros". Ele pondera que as pessoas esperam por desenvolvimento e novas oportunidades para todos.

Revelações - Foi divulgado hoje (23) o ministro do Planejamento, Romero Juca (PMDB), em conversa suspeita onde sugere uma tentativa de impedir as investigações da Operação Lava Jato. Questionado, ele se justificou que apenas falou sobre a crise econômica e que foi um "diálogo banal".

Nesta conversa divulgada, o senador licenciado, cita um "pacto para obstruir a investigação", dizendo que precisava-se "estancar a sangria". O diálogo foi feito com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Segundo informações do G1, Jucá alega que já falou as mesmas declarações em diversas entrevistas concedidas.

No diálogo, Machado ainda diz que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, queria pegar Jucá e outros parlamentares do PMDB investigados na Lava Jato e que novas delações não deixariam "pedra sobre pedra". De acordo com a Folha de São Paulo, Jucá diz que o novo governo de Michel Temer (PMDB) deveria construir um pacto nacional com o STF (Supremo Tribunal Federal).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions