A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

05/04/2019 13:21

Reinaldo não descarta disputa de votos para definir comando do PSDB

Governador disse que acredita em um consenso, mas que se não tiver acordo, pode se definir nos votos

Leonardo Rocha
Entrevista coletiva com Maurício Saito, governador Reinaldo Azambuja, a ministra Tereza Cristina e Alessandro Coelho, presidente do Sindicato Rural (Foto: Leonardo Rocha)Entrevista coletiva com Maurício Saito, governador Reinaldo Azambuja, a ministra Tereza Cristina e Alessandro Coelho, presidente do Sindicato Rural (Foto: Leonardo Rocha)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a dizer que espera um “consenso” dentro do PSDB, para definir o novo presidente regional, e que nos seus 24 anos de partido, sempre houve acordo antes da eleição. No entanto, o tucano não descarta que a questão seja resolvida nos votos.

“A situação no PSDB vai ser resolvida, como sempre foi, esta discussão de nomes faz parte do processo, estando agora com a Rose (Modesto) e o Beto (Pereira) interessados, podendo até surgir um terceiro nome”, disse Reinaldo, durante evento no Sindicato Rural de Campo Grande.

Reinaldo citou que desde 1995, quando entrou no partido, as disputas para o comando regional sempre foram resolvidas por consenso. “Acredito que agora não será diferente”. Ele também afirmou que não há necessidade de colocar seu nome na disputa. “O partido terá maturidade para resolver o impasse”.

Apesar da confiança no acordo, Reinaldo reconheceu que caso o impasse continue, não há problemas em resolver a situação “nos votos”, com os integrantes do partido definindo o novo presidente. “O voto também pode decidir”.

O governador que já presidiu o partido, também mandou o recado que o comandante regional não decide nada sozinho. “Nada é definido pela vontade do presidente, tudo precisa ter o apoio da maioria da executiva, que sempre dá a palavra final”, argumentou.

Por enquanto os deputados federais Beto Pereira (PSDB) e Rose Modesto (PSDB) disputam a presidência regional, em eleição que deve ocorrer entre os dias 3 e 5 de maio. Os dois continuam buscando apoio internamente, para tentar vencer o confronto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions