A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

30/11/2014 11:11

Reinaldo se reúne com aliados e bancada federal nesta semana

Leonardo Rocha
Reinaldo terá reuniões com equipe de transição, bancada federal e aliados nesta semana (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo terá reuniões com equipe de transição, bancada federal e aliados nesta semana (Foto: Marcos Ermínio)

O governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), irá se reunir, nesta semana, com seu grupo de trabalho de transição, além dos partidos aliados e bancada federal. O objetivo é adiantar as mudanças do governo estadual, conversar com os partidos para eventuais participação em sua gestão, além de discutir as emendas federais com a bancada de Mato Grosso do Sul, em Brasília.

Já nesta segunda-feira (01), o governador eleito realiza reunião interna com a sua equipe de transição, que terá um representante da Assembleia e integrantes do Movimento Brasil Competitivo, entidade na qual Reinaldo está recebendo consultoria.

A intenção é começar a definir que nova estrutura do governo estadual será adotada, com a diminuição, fusão e divisão de secretárias, que segundo ele, vai tornar a administração mais ágil e dinâmica.

No mesmo dia, Azambuja segue para Brasília, onde vai se reunir com a bancada federal, para discutir emendas para o Orçamento da União, que podem ser direcionadas ao governo estadual. O tucano já declarou que pretende destinar estes recursos para as áreas da saúde e de infraestrutura, como drenagem, asfalto e implantação de pontes de concreto.

Aliados - Nesta semana Reinaldo vai agendar as reuniões com os partidos aliados, entre eles os deputados estaduais do PMDB, onde além de discutir a formação da base aliada na Assembleia, também tem as articulações da Mesa Diretora e a participação do PMDB na próxima administração.

Os peemedebista já adiantaram que não indicar nomes para gestão tucana, portanto se Reinaldo quiser contar com os quadros do partido, ele é quem terá que escolher e fazer os convites necessários. Outros partidos também devem se reunir com o tucano, para discutir espaço em sua administração e até sugerir nomes que podem contribuir com sua gestão.

O deputado Márcio Fernandes (PT do B), por exemplo, resssaltou que o PT do B possui bons quadros que poderiam participar desta administração, entre eles o Dr. José Eduardo Cury, que está a frente do Samu (Serviço de Atendimento de Urgência) em Campo Grande, Dr. Marcos Tiguman, médico renomado, assim como o coronel Carlos Alberto Davi, e do advogado José Eduardo Cury.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions