A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/08/2013 12:16

Simone diz que vaga ao senado ainda está indefinida no PMDB

Graziela Rezende e Leonardo Rocha

A vice-governadora Simone Tebet (PMDB) afirmou que existem alguns pré-candidatos ao Senado pelo PMDB e que esta decisão será interna no partido, sem que precise realizar prévias. Ela também declarou que na eleição do ano que vem a população irá escolher os candidatos e não as composições partidárias. Apesar da candidatura própria confirmada, Simone não descarta que no ano que vem o PMDB possa fechar uma aliança com PT e PSDB.

“Nessa eleição o eleitor irá escolher pelo nome e não pelo partido. Até o momento, seguimos com candidatura própria, porém isso não impossibilita que, no próximo ano, o partido não venha a ter uma coligação", afirmou Tebet.

Simone garantiu que o partido segue trabalhando com o nome do ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB) para sucessão estadual. "Ele é o nosso escolhido, para o senado teremos que ainda discutir", explicou.

A vice-governadora já falou que deseja disputar a eleição para o senado para seguir a carreira política do pais, o ex-senador Ramez Tebet. O governador André Puccinelli (PMDB) também já declarou que gostaria de ver Tebet disputando esta vaga.

Cassação - Simone destacou que o pedido de cassação ao prefeito Alcides Bernal (PP) é uma decisão do diretório municipal sem que haja o apoio ou influência das lideranças estaduais. O pedido da cassação é algo dos vereadores e da diretoria municipal do PMDB em Campo Grande. Nada tem a ver com o diretório estadual".

Sobre as reclamações em relação ao prefeito, Tebet apenas afirmou que os eleitores irão escolher mais com a raz]ao e menso com a emoção e coração para não cometer erros em 2014. "Acredito que muitos mitos foram criados. É muito fácil se construir um castelo de areia, que não aguenta o primeiro vento do mar”, declarou ela.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions