A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 26 de Março de 2019

07/02/2019 18:42

Simone Tebet cita parceria com tucanos, mas descarta saída do MDB

Senadora desembarcou em Campo Grande no fim da tarde acompanhada de Tasso Jereissati (PSDB-CE)

Gabriel Neris e Humberto Marques
Simone Tebet em entrevista acompanhada do senador Tasso Jereissati (Foto: Paulo Francis)Simone Tebet em entrevista acompanhada do senador Tasso Jereissati (Foto: Paulo Francis)

Ao desembarcar em Campo Grande no fim da tarde desta quinta-feira (7) a senadora Simone Tebet descartou a possibilidade de deixar o MDB neste momento, mesmo após a crise exposta após o embate pela indicação à presidência do Senado com o alagoano Renan Calheiros. A parlamentar lembrou que existe uma parceria com o PSDB de longa data, mas não vê motivos para deixar o partido.

“O MDB, infelizmente tem que sair de mim. Enquanto puder defender o legado do partido eu fico para mudar. Se depois disse ver que o partido foi usurpado por pessoas que querem o poder, aí pode ser que saia”, disse.

Simone Tebet chegou no Aeroporto Internacional de Campo Grande em um voo particular acompanhado dos senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE), Nelson Trad Filho (PSD-MS) e Soraya Thronicke (PSL-MS).

A chegada da senadora era aguardada por um grupo de cerca de 20 pessoas. No grupo estavam a ex-deputada federal e presidente do MDB Mulher, Carla Stephanini, do deputado estadual e marido Eduardo Rocha (MDB), e também do deputado estadual Marcio Fernandes (MDB).

Carla afirmou que a recepção foi calorosa porque Simone “se transformou numa gigante. Orgulho do MDB de Mato Grosso do Sul”. Destacou que o fato de ter enfrentando Renan Calheiros (AL) na disputa pela indicação do partido para presidência da Casa demonstra a dimensão de Simone em termos nacionais.

Ela não acredita na possibilidade de Simone deixar o partido. Opinião divergente do parlamentar e marido Eduardo Rocha. “Tem possiblidade [de sair do MDB] sim. Se o partido não tiver uma transformação, maturidade, saímos eu e ela. Será o esvaziamento do partido”, disse.

Sobre o posicionamento de Simone contra Renan Calheiros, Rocha disse que tem orgulho e que a mulher fez o que as ruas pediram. Disse ainda que teve movimentação dentro do partido para Simone disputar a presidência do Senado, mas considera que “houve traição”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions