A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/06/2016 12:01

Sindicato promete brigar na Justiça caso prefeito conteste reajuste

Fernanda Mathias e Alberto Dias

O novo presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Wilson Coelho, que acompanhou a sessão de votação do reajuste para servidores municipais, na Câmara dos Vereadores, disse que, se a Prefeitura contestar o aumento de 9,57% na Justiça, a entidade também vai ingressar com ação.

Hoje os vereadores votaram contra o veto do prefeito, Alcides Bernal (PP), ao reajuste e a Lei deverá ser promulgada. Foram 19 votos contra o veto e dois pela manutenção.

Wilson disse que, de qualquer forma, a entidade pretende ir à Justiça para tentar uma reposição maior, já que a defasagem acumulada nos últimos anos é calculada em 40%. Dos dois votos pela manutenção do veto, um foi da vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que justificou: 

“A Câmara se contradiz rejeitando o veto”. Isso porque em março a Prefeitura enviou à Casa o projeto com o índice de 9,57% e foi rejeitado. Com o passar do tempo, a Prefeitura reviu o índice a 3,31%, considerando somente a reposição da inflação em cumprimento do regimento eleitoral, mas a Câmara voltou atrás e, por emenda, restabeleceu o índice original.

Depois de promulgada a Lei, restará à Prefeitura a instância judicial para contestá-la.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions