A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

14/06/2016 11:32

Vereadores rejeitam veto e reajuste salarial de 9,57% deve ser promulgado

Fernanda Mathias e Alberto Dias
Sessão nesta terça-feira não tem participação de servidores municipais (Foto: Alberto Dias)Sessão nesta terça-feira não tem participação de servidores municipais (Foto: Alberto Dias)

Por 19 votos a dois, vereadores rejeitaram na manhã desta terça-feira (14) o veto do prefeito, Alcides Bernal (PP), ao projeto 8.275, de 2016, que, com emenda, prevê reajuste linear de 9,57% aos salários dos servidores municipais de Campo Grande. Diferente das sessões anteriores, desta vez não havia servidores acompanhando a votação.

O projeto chegou à casa com índice linear de 3,31%, mas foi alterado por emenda, levando o índice proposto inicialmente pelo prefeito. Porém, Bernal vetou o texto, alegando que, devido ao calendário eleitoral não é mais possível conceder índice superior à correção da inflação.

Já os vereadores argumentaram que o projeto, após ser vetado integralmente pelo prefeito, passou pela Procuradoria Jurídica da Casa e Comissão de Justiça, que emitiram parecer sobre a legalidade do reajuste.

A correção, assim que entrar em vigor, será linear a  15 mil servidores municipais. Com a votação contra o veto, a Lei deverá ser promulgada e poderá ser contestada pela Prefeitura na Justiça.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions