A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/03/2013 20:24

Sisem pede mais tempo para recadastramento em Campo Grande

Nyelder Rodrigues e Nícholas Vasconcelos
Presidente do Sisem, Marcos Tabosa acredita que Bernal vai se desgastar ainda mais com servidores se não conceder prazo maior (Foto; João Garrigó/Arquivo)Presidente do Sisem, Marcos Tabosa acredita que Bernal vai se desgastar ainda mais com servidores se não conceder prazo maior (Foto; João Garrigó/Arquivo)

O prazo do recadastramento dos servidores públicos municipais ativos de Campo Grande terminou no último dia 5, mas há servidores que não fizeram o recadastro.

Conforme o presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Marcos Tabosa, não há dados sobre a quantidade de pessoas que ficaram de fora.

A atualização deveria ser feita por todos 18,5 mil servidores ativos, tanto os efetivos e comissionados, como os contratados, temporários, licenciados e afastados.

O processo foi feito pela internet, com disponibilidade de senha individual para cada servidor. A Prefeitura afirmou que aqueles que ficassem sem fazer o recadastro ficariam sem receber o salário.

Tabosa disse esperar que a Prefeitura amplie o prazo para que os servidores que ficaram de fora consigam fazer o recadastramento. “Se não ampliar, vai ser mais um desgaste com a categoria”, declara.

Questões salariais – Na próxima quinta (14) e sexta-feira (15), a categoria vai se reunir, segundo Tabosa, para definir o índice de reajuste que será pedido para a Prefeitura. O encaminhamento será dado na próxima semana.

Já quanto à expectativa em torno do abono salarial Profuncionário, ele conta que os servidores vão aguardar até o início de abril o posicionamento do prefeito Alcides Bernal sobre a concessão do benefício.

O Profuncionário foi cortado, conforme o vereador e líder do prefeito na Câmara, Marcos Alex, por questão de insegurança jurídica. “O Bernal fez o compromisso e demos nosso voto de confiança”, comentou Tabosa sobre o prazo de analisar a situação até o final de março.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions