A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/07/2011 11:07

Um mês após crise com secretariado, Nelsinho participa de encontro do PPS

Fabiano Arruda
Prefeito fala a membros do PPS, observado por Athayde; crise política é considerada passado. (Foto: João Garrigó)Prefeito fala a membros do PPS, observado por Athayde; crise política é considerada passado. (Foto: João Garrigó)

Pouco mais de um mês da crise que afetou o secretariado de Campo Grande, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) participou de forma breve neste sábado de encontro do diretório estadual do PPS realizada no plenarinho da Câmara Municipal.

No dia 20 de junho, Trad exigiu que todos os secretários municipais assinassem carta de demissão. Ele alegou que havia falta de comprometimento e que alguns servidores estavam utilizando estrutura da administração para fazer campanha antecipada. Um dos partidos alvos foi o PPS, já que o vereador Athayde Nery homologou candidatura a prefeito em 2012.

“É um partido que coloca em prática a fidelidade partidária”, disse Nelsinho aos socialistas. “Tenho orgulho de tê-los na administração. A chacoalhada que houve foi boa para todos. O PPS tem acertado muito com a prefeitura”, complementou.

Encontro - Segundo Athayde Nery, o encontro realizado nesta manhã discute o futuro dos partidos e as articulações para as eleições em 2012 e 2014. Conforme o parlamentar, a meta da sigla é eleger pelo menos cinco prefeitos e aumentar o número de vereadores no Estado para 60.

Nery comentou que o partido tem nomes fortes para a candidatura a prefeito em cidades como Corumbá, Ponta Porã, Sidrolândia, Aparecida do Taboado, Rio Brilhante, Bonito e Ribas do Rio Pardo, mas que a legenda visitou 22 municípios recentemente.

Questionado se após a crise no secretariado sua candidatura a prefeito sofreu algum abalo, o presidente do PPS garantiu que não. “Pelo contrário, aumentou a força do nosso projeto. O governador teve importância neste processo de diálogo. É um assunto superado”, disse.

Sobre as eleições de 2014, Athayde diz que a ideia é que o PPS tenha candidato próprio ao governo, no entanto, considerou um assunto ainda a se discutir. “Vou dialogar com PDT, PSDB, PT, PMDB, PV”, listou, ressaltando a importância das alianças.



O PPS é realmente o único partido com base socialista clássica e ao mesmo tempo moderna e democrática.
A politica eleitoral porém, continua num cenário ainda conservador como demonstra a situação da representação.
A candidatura do PPS a Prefeitura no próximo pleito, fará do PPS uma alternativa legitima por credibilidade e força nova no cenário de um Mato Grosso do Sul grande.
É o que se espera...
 
Marcos Terena em 24/07/2011 07:53:39
"É um partido que coloca em prática a fidelidade partidária”, disse Nelsinho aos socialistas. “Tenho orgulho de tê-los na administração. A chacoalhada que houve foi boa para todos. O PPS tem acertado muito com a prefeitura”, complementou. Gostaria de saber se o PPS tem acertado muito com a prefeitura ou tem ACERTO com a prefeitura de Campo Grande, pois esse " BAITA" partido que esta se desmoronando em nosso estado pode ter tantas explessões politicas assim? E o que dizer quando falam em fazer prefeitos e vereadores nas cidades do estado, estão querendo vender ilusão para Nelsinho mais uma vez. Um abraço a todos.
 
marinho atagiba em 23/07/2011 10:54:11
O Athayde não ganhou nem pra vereador vai ganhar para Prefeito ou Governador? De colírio pro Homem.
 
Jorge Antônio em 23/07/2011 01:23:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions