A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

01/01/2017 18:12

Vaiado pela plateia, Bernal anuncia que deixará R$ 252 milhões em caixa

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Agora ex-prefeito, Alcides Bernal (PP), à esquerda, com novo chefe do Executivo Municipal, Marquinhos Trad (PSD). (Foto: Alcides Neto)Agora ex-prefeito, Alcides Bernal (PP), à esquerda, com novo chefe do Executivo Municipal, Marquinhos Trad (PSD). (Foto: Alcides Neto)
Ex-prefeito foi vaiado pela plateia, quando foi chamado para subir ao palco. (Foto: Alcides Neto)Ex-prefeito foi vaiado pela plateia, quando foi chamado para subir ao palco. (Foto: Alcides Neto)

Vaiado ao ser anunciado para compor a mesa de autoridades na posse de Marquinhos Trad (PSD), o agora ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), anunciou que deixará R$ 252 milhões em caixa para seu sucessor. A solenidade ocorre neste domingo (1º) no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

Depois de falar brevemente com a imprensa, Alcides Bernal foi anunciado pelo cerimonial, quando boa parte da plateia em um auditório lotado vaiou. Em seguida, sentou ao lado do novo prefeito.

Sobre o montante que ficará disponível para a próxima gestão, o ex-prefeito disse que o dinheiro é suficiente para pagamento das contas do início do ano e serviços essenciais. Além disso, afirma que a Prefeitura receberá R$ 30 milhões dos depósitos judiciais, R$ 9 milhões da repatriação, R$ 170 milhões do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e R$ 50 milhões do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor).

Ainda de acordo com Alcides Bernal, o novo prefeito terá de correr atrás de R$ 127 milhões que precisa ser ressarcido da Solurb. O contrato com a empresa foi rompido por constatação de fraude e superfaturamento.

Pedro Pedrossian Neto, que será secretário de Finanças e Receita de Trad, voltou a dizer que o Município tem R$ 25 milhões de déficit, por mês. A respeito do valor que Bernal diz ter em caixa, o novo titular afirmou que só a partir de amanhã será possível conhecer o que de fato tem no tesouro municipal.

Para sair da crise, a saída, segundo Pedrossian Neto, será ajuste fiscal, corte de despesas, acabar com o desperdício de dinheiro público e combater a sonegação. “Para, então, ter um plano de trabalho tranquilo”.

Antes de assumir, Marquinhos Trad troca chefia da Comunicação da prefeitura
A poucas horas de assumir o mandato, o prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) trocou o comando da subsecretaria de Comunicação. O mar...
Justiça Federal determina que bens de ex-prefeita sejam bloqueados
Cinco pessoas, entre elas a ex-prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura, estão na lista em que a Justiça Federal determina o bloqueio de bens sob acusaç...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions