ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 30º

Política

Vereadora, mulher de empresário e filha de fazendeiro teve Bolsa Família

Por Zemil Rocha | 18/11/2013 15:04
Vereadora Maristela passeando de lancha no final do ano passado
Vereadora Maristela passeando de lancha no final do ano passado

Embora tenha alto salário como vereadora, recebendo em torno de R$ 5,1 mil por mês, e seja filha de fazendeiro e casada com um empresário, Maristela de Jesus Vernal Gregol (PROS), 39 anos, foi inscrita e beneficiada com o programa Bolsa Família. Ela recebeu duas parcelas de R$ 134,00 em janeiro e fevereiro. Em Paranhos, o programa beneficia 1.518 famílias com renda per capta de até R$ 70,00 por mês.

A denúncia da irregularidade na obtenção do benefício, destinado a famílias de baixa renda, já foi encaminhada ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). O Campo Grande News entrou em contato com o ex-responsável pelo Bolsa Família em Paranhos, Vilmar Rambo, que declarou já ter tomado todas as medidas cabíveis, levando ao MDS as informações sobre a irregularidade detectada.

O benefício da vereadora Maristela Gregol foi bloqueado em março, quando o assistente social Rambo ainda era gestor do Bolsa Família no município. Ele encaminhou a denúncia para a Secretaria Nacional de Renda do MDS, responsável pelo programa Bolsa Família.

A inclusão da vereadora entre os beneficiário do Bolsa Família teria ocorrido na gestão do prefeito Dirceu Bertoni (PSDB), em 2012. Hoje o chefe do Executivo municipal de Paranhos é Júlio Cesar (PDT).

Em Paranhos, a denúncia chocou os moradores em razão do alto padrão de vida da vereadora Maristela Gregol, até há pouco filiado ao PT e atualmente no PROS. Além do pai dela ser fazendeiro no Paraguai, Maristela é casada com um empresário do ramo automobilístico e reside em uma excelente casa de padrão médio.

Nas férias do final do ano passado, Maristela e família fizeram passeio festivo em rio da região, com direito a passeio de lancha.

A vereadora foi procurada para falar sobre o assunto na quinta-feira e nesta segunda-feira, mas não atendeu às ligações do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário