A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/12/2013 16:06

Vereadores rebatem Bernal e dizem que ele não justificou irregularidades

Leonardo Rocha
Edil ressaltou que declarações de Bernal são infundadas e não fazem sentido (Foto: Arquivo)Edil ressaltou que declarações de Bernal são infundadas e não fazem sentido (Foto: Arquivo)
Flávio César ressalta que relatório apresenta todas as provas das irregularidades do prefeito (Foto: Arquivo)Flávio César ressalta que relatório apresenta todas as provas das irregularidades do prefeito (Foto: Arquivo)

Os vereadores rebateram a declaração feita pelo prefeito Alcides Bernal (PP) que disse que os parlamentares estariam inventando motivos e fatos para tentarem cassar seu mandato, de maneira “sórdida”, através de um golpe para vencê-lo no “tapetão”.

“Não vou entrar nesta discussão com o prefeito, a minha resposta está contida no relatório final da Comissão Processante baseado em dados, documentos e depoimentos que confirmaram as irregularidades”, afirmou o vereador Flávio César (PT do B), relator da Comissão Processante.

Flávio ainda ponderou que esta “troca” de acusações já passou dos limites e que resta a população conferir todas as denúncias apresentadas. “Aqueles que têm dúvida sobre o caso é só ler e conferir as irregularidades apontadas e confirmadas em nosso trabalho, não há invenção, está tudo provado”, apontou ele.

O vereador Edil Albuquerque (PMDB), presidente da Comissão (Processante), lembrou que estas denúncias não partiram dos parlamentares e sim de dois denunciantes que entraram com ação na Câmara Municipal.

“Nós fizemos um trabalho apurado, seguindo todas as regras estabelecidas e fizemos a apuração do que estava nos autos, o prefeito mandou dez testemunhas e ainda defesa por escrito, por isso estas declarações não têm fundamento”, apontou ele.

Edil lembra que o próprio prefeito dizia que iria até a Câmara se defender das acusações, apesar de não ser obrigatório, já que poderia enviar um representante. “Ele disse que viria, depois não apareceu, não dá para entender”.

Já Chiquinho Telles (PSD) afirmou que depois que o prefeito provar que todas as denúncias apresentadas durante a CPI do Calote e Comissão Processante não correspondem à verdade, então poderá falar em “fatos inventados”.

“Se a gente acreditar nas suas palavras então a investigação que foi feita na Casa, assim como a análise do MPE (Ministério Público Estadual) e do TCE (Tribunal de Contas Estadual) estariam erradas?”, apontou ele.



E a CPI da Saúde...se tem lá, tem cá...Dá licença vai!
 
carlos eduardo em 30/12/2013 16:49:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions