A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/01/2014 18:09

Veto ao “Vale dos Orixás” não foi por discriminação religiosa, diz Bernal

Josemil Arruda e Kleber Clajus
Bernal garantiu que respeita as diferenças religiosas (Foto: Kleber Clajus)Bernal garantiu que respeita as diferenças religiosas (Foto: Kleber Clajus)

O prefeito Alcides Bernal (PP) garantiu que não teve qualquer tipo de discriminação religiosa ao vetar no Orçamento do Município para 2014 a previsão de construção do Vale dos Orixás. “Vetei essa emenda do Vale dos Orixás, mas isso não quer dizer que somos contra qualquer religião. Aqui convivemos com as diferenças”, garantiu Bernal esta tarde, após a solenidade de posse da secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Jacqueline Romero.

A previsão era de que a construção do Vale dos Orixás custaria R$ 500.000,00 aos cofres públicos do Município. O projeto foi aprovado no final do ano passado, a pedido da Federação de Cultos Afro-brasileiros e Ameríndios de Mato Grosso do Sul (Fecams), com o intuito de criar um espaço democrático as praticas dos cultos afro-brasileiros e ameríndios em Campo Grande. A proposta foi assinada pela vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que integra a base de sustentação política de Bernal na Câmara.

 

Bernal fez escolha “pessoal” para pasta da Mulher e pode repetir na Juventude
O prefeito Alcides Bernal (PP) perdeu a oportunidade de ganhar apoio de novos aliados na Câmara de Campo Grande ao optar por fazer uma “escolha pesso...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


Creio que se for ajudar uma religião tem que ajudar todas. Concordo plenamente com o comentário do João Alves de Souza e do Claudinei Braz de Lima - se a religião está interessada que faça isto com seus fiéis, assim como todas as religiões fazem em Campo Grande MS; e com R$500 mil dá pra fazer outras ações para outros setores emergenciais em nossa cidade, se não cobrir tudo ao menos é mais uma economia para o orçamento da cidade. Nada contra as religiões de matrizes afros.
 
Roberto Passos em 24/01/2014 15:12:50
Então qual a razão do Veto?
 
Everson Tavares em 24/01/2014 14:59:10
Fez muito bem o Prefeito vetar R$ 500,000,00 para o "vale dos orixás" porque qualquer entidade que pretender se estabelecer, que o faça com dinheiro de arrecadação de fiéis participantes, simpatizantes.Dinheiro do contribuinte é:para saúde,segurança,educação, moradias,estradas,asfalto e tantas outras necessidades que satisfaça o clamor da sociedade. Não se trata de discriminação religiosa, mas de ser coerente com a finalidade dos tributos, dinheiro do contribuinte, para fins específicos como manda a Lei do Município e a Constituição Federal.As Igrejas evangélicas constrói com dinheiro de contribuição dos membros daquela determinada igreja.Ninguém poderá acusar construção de templo evangélico com dinheiro público porque estará mentindo.Portanto, que assim façam os "dirigentes dos orixás".
 
João nAlves de Souza em 23/01/2014 23:34:36
ate que enfim este prefeito algo sensato,nada contra a religião mas sim porque sera usado dinheiro dos contribuintes
 
claudinei braz de lima em 23/01/2014 19:12:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions