A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/07/2011 16:07

Votação de eleição na Acrissul será em cédulas; oposição critica

Fabiano Arruda
A disputa envolve 800 associados e um patrimônio total de R$ 60 milhões. (Foto: Arquivo)A disputa envolve 800 associados e um patrimônio total de R$ 60 milhões. (Foto: Arquivo)

O processo de votação na eleição para nova diretoria da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), marcado para o dia 8 de agosto, utilizará o sistema de cédulas e não mais a votação eletrônica, como chegou a ser anunciado.

O candidato da chapa de oposição “A Força do Agronegócio”, José Lemos Monteiro, o Zeito, chamou a votação por células de arcaica e que caminha “na contramão do processo tecnológico e democrático”.

“Não pactuamos com estratégias retrógadas como essa, que visam dificultar e atrasar o trabalho e influenciar a decisão livre e soberana dos associados”, critica.

Segundo o Zeito, o presidente da Comissão eleitoral, Antonio Moura, oficializou ao TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), no dia 28 de junho, a solicitação das urnas eletrônicas e que a sugestão foi acatada por unanimidade em assembleia da Acrissul.

O pedido também foi atendido pelo presidente do Tribunal, desembargador Josué de Oliveira, informa Zeito, afirmando que o presidente em exercício, Jonatan Barbosa, “desconsiderou este deferimento”.

Para o candidato da chapa “A Força do Agronegócio”, “a urna eletrônica veio para por fim a arestas e dúvidas da contagem de voto por voto em papel, muitas vezes incompreensível”.

Prazo - Do outro lado, o presidente em exercício da entidade justifica que a desistência pelo processo eletrônico ocorreu porque o “TRE solicitou que o pedido fosse feito com antecedência de 60 dias, o que não era possível já que o prazo para registro de chapas expirou-se no dia 25 de julho”.

Ainda conforme Jonathan, o processo eleitoral é simples e não justifica o uso de urnas eletrônicas. A entidade garante que o vencedor do processo será conhecido no mesmo dia 8.

A diretoria da Acrissul também informou que foi entregue toda a documentação do registro das duas chapas que concorrem às eleições, que serão realizadas das 13 às 20 horas.

Ainda conforme a associação, a comissão eleitoral é composta por Antônio Malvazo de Moura (presidente) e secretariada por Leonardo Leite de Barros e Max Antônio de Souza Moraes.

O presidente licenciado da Acrissul, Francisco Maia, é adversário de Zeito com a chapa "Gestão e Produção". A disputa envolve 800 associados e um patrimônio total de R$ 60 milhões, sendo cerca de R$ 5 milhões de faturamento por ano. As gestões são de dois anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions