A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/09/2008 09:38

Youssif nega acúmulo de função de Pratini de Moraes

Redação

Em resposta a questionamento da oposição,o líder do governo na Assembléia, deputado Youssif Domingos (PMDB), negou durante sessão desta quarta-feira acúmulo de função remunerada pelo ex- presidente do Conex (Conselho Extraordinário de Relações Nacionais e Internacionais para o Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso do Sul), Marcus Pratini de Moraes.

Ele pediu desligamento do cargo no dia 16 de setembro e, em seguida, o deputado Paulo Duarte (PT) usou a tribuna da Assembléia Legislativa para questionar suposto acúmulo de função enquanto Pratini ocupou a presidência do Conselho, durante um ano e nove meses. No mesmo período, Pratini também integrou ao grupo JBS/Friboi, contrariando o Estatuto do Funcionalismo Público Estadual, que proíbe dupla função.

Youssif levou ao plenário hoje uma cópia do decreto 12.223, de 1º de janeiro de 2007, que nomeou o ex-ministro Pratini de Moraes para o cargo estadual. Mesmo com status de secretário de Estado, Youssif garante que o ex-presidente não recebia salário.

 

Os custos, segundo o líder do governo, eram somente com ressarcimentos referentes a gastos de Pratini com atividades para o exercício da função, como viagens. "Não sei de onde tiraram esse valor de salário de R$ 12 mil, R$ 15 mil e já falaram até que ele recebia R$ 17 mil", afirmou o deputado. (Com informações da assessoria)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions