A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/01/2013 16:59

Zauith se diz interessado e costura apoios à presidência da Assomasul

Fabiano Arruda e Helton Verão
Murilo Zauith e outros três prefeitos estão no páreo para disputa pelo comando da Assomasul. (Foto: João Garrigó)Murilo Zauith e outros três prefeitos estão no páreo para disputa pelo comando da Assomasul. (Foto: João Garrigó)

Um dos nomes no páreo para a eleição à presidência da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), o prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), mostrou-se interessado nesta quarta-feira em assumir o comando da entidade.

Dizendo que “pensa positivo” em relação ao assunto, ele afirmou que seu trabalho nos próximos dias vai depender do apoio de “alguns prefeitos”.

O prazo para que os candidatos registrem a chapa termina na próxima segunda-feira (21). A eleição ocorre no dia seguinte.

O chefe do Executivo da segunda maior cidade do Estado ainda disse que gosta de ideia de comandar a associação e que considera um “grande desafio” a empreitada.

Já o governador André Puccinelli (PMDB) reafirmou, em entrevista nesta tarde enquanto participava de agenda pública na Governadoria, que Murilo é um “bom nome”, como os outros concorrentes são.

Puccinelli ainda disse que “lava as mãos” no processo; para ele, qualquer um dos candidatos representa boas opções para comandar uma das entidades com maior representação política no Estado. Também frisou que todos os concorrentes são seus amigos.

Corrida - Até agora, além de Zauith, aparecem como cotados para a eleição os prefeitos de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa (PR); de Nova Andradina, Roberto Hashioka (PMDB); e de Anastácio, Douglas Figueiredo (PSDB).

Embora o quarteto apareça no cenário de disputa, o desafio de cada um deles será reunir o maior número de apoio para lançar chapa única, de consenso, discurso pregado por lideranças políticas.

O edital de convocação para a eleição da Assomasul foi publicado no dia 4 deste mês. A votação ocorrerá das 8h às 17h do dia 22, na sede da entidade, em Campo Grande.

Além da presidência, compõem a diretoria da Assomasul os seguintes cargos: 1º Vice-Presidente, 2º Vice-Presidente, Secretário-Geral, 1º Secretário-Geral, 2º Secretário-Geral, Tesoureiro Geral, 1° Tesoureiro, Dir. Relações Públicas, Dir. Assuntos Municipalistas, Diretor de Patrimônio, Diretor de Saúde, Diretor de Cultura, Diretor Esportivo, incluindo três membros do Conselho Fiscal e seus suplentes.

A presidência da entidade envolve bastante disputa, já que o chefe eleito ganha visibilidade política por conta do trânsito entre os principais órgãos governamentais, incluindo os governos estadual e federal, Assembleia Legislativa e o Congresso Nacional. A posse da nova diretoria ocorre no dia 31.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions