A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

10/08/2012 15:16

Mais de 250 carretas estão paradas à espera de fiscalização em MS

Nicholas Vasconcelos

Mais de 250 carretas estão paradas nos frigoríficos e postos de fronteira de Mato Grosso do Sul por conta da greve dos fiscais agropecuários federais.

Segundo o comando de greve dos servidores, são 13 veículos parados em Naviraí, 19 em São Gabriel do Oeste, 23 em Sidrolândia, todos aguardando a inspeção para o embarque de carne. Em Naviraí, o pátio do frigorífico se aproxima do limite de 19 carretas.

Nos postos de Ponta Porã, Mundo Novo e Corumbá são 199 caminhoneiros parados e que esperam a fiscalização dos agentes da SFA (Superintendência Federal de Agricultura). Os veículos estão carregados de sal mineral, grãos, adubo e couro.

De acordo com o porta-voz do comando de greve, Luiz Marcelo Martins Araújo, o governo federal sinalizou o interesse em negociar, no entanto não procurou a categoria até o momento. Luiz explica que os trabalhos de inspeção da sanidade e que afetam diretamente o mercado interno estão mantidos.

Os fiscais federais reivindicam a realização de concurso para renovação dos quadros da categoria e também a criação de uma escola para capacitação dos futuros servidores. Segundo o movimento, cerca de 50% dos trabalhadores estão próximos da aposentadoria e não há servidores para dar continuidade aos trabalhos.

Na segunda-feira (6) uma portaria do Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento) autorizou os Estados e Distrito Federal a assumir os trabalhos de defesa sanitária animal e vegetal, vigilância e inspeção fiscalização agropecuária. O documento também determina que os fiscais liberem as cargas destinadas a importação ou exportação em no máximo 72 horas após o recebimento da documentação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions