A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/12/2010 13:35

Setor avícola pode ter redução de tributos a partir de 2011

Jorge Almoas

O setor avícola de Mato Grosso do Sul pode se beneficiar da inclusão da cadeia produtiva de aves no Proape (Programa de Avanços da Pecuária), que tem iniciativa do governo estadual.

Com o incremento no programa, 2011 pode ser um ano de bons resultados para o setor avícola, que conta com produção mensal de 12,1 milhões de frangos no Estado.

Entre as vantagens do Proape, está a redução de tributos, como o que incide sobre a venda da ave aos abatedouros. Atualmente, o programa abrange as culturas bovina e suína.

Por conta da economia com a redução de tributos, os produtores vão conseguir se adequar à instrução normativa n° 59 do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

A instrução exige adequações físicas e sanitárias, com investimento médio de R$ 60 mil por cada granja.

Na avaliação da assessora econômica da Famasul, Adriana Mascarenhas, o ano é favorável ao segmento, considerando a recuperação econômica da população e o aumento da demanda no mercado doméstico, por conta do alto preço da carne bovina, o que estimula o consumo de frango.

Em 2010, a avicultura sul-mato-grossense acumula aumento de 19,1% na receita e em 6,7% no volume das exportações de carne de frango de janeiro a novembro, segundo dados da Secex, do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior.

Das seis empresas instaladas no Estado, quatro atendem basicamente o mercado externo, principalmente para Japão, Arábia e Hong Kong.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions