A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/03/2009 13:15

Presidente da CNA defende reforma no código florestal

Redação

A senadora e presidente da CNA (Confederação Nacional de Agricultura) Kátia Abreu (DEM-TO) defende uma reforma no Código Florestal Brasileiro.

Segundo ela, é preciso que a manutenção da área legal mais a APP (Área de Proteção Permanente) somem 20% da propriedade, e não mais do que isso, como é atualmente.

De acordo com ela, isso, e mais as terras indígenas, faz com que restem apenas 30% de área no Brasil para a agropecuária, Ela reclama que produtor não tem condições de cumprir 100% o que determina a legislação.

Kátia reforçou que é preciso mudar a imagem que a sociedade faz do produtor rural. Ela disse que muita gente acha que a classe é de pessoas que não respeitam os empregados, não pagam dívidas e que não cuidam do meio ambiente.

Para tentar mudar isso, "que é imagem do passado", a CNA quer combater o trabalho escravo. Técnicos do Senar serão treinados para tratar do assunto com produtores.

Conforme Kátia, os técnicos vão até os "rincões" para instruir os produtores sobre a legislação, e vão voltar quantas vezes for necessário para que tudo esteja conforme a lei. Segundo ela, o trabalho escravo gera repreensões até na OMC (Organização Mundial do Comércio).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions