A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

24/04/2018 17:45

Em menos de 4 meses, acidentes de trânsito mataram 27 pessoas

Três casos foram registrados apenas neste fim de semana na Capital; ao todo, foram registrados mais de 2 mil ocorrências neste ano

Geisy Garnes
No domingo, Wender Aparecido morreu após perder o controle da direção na Avenida Nelly Martins (Foto: Saul Schramm/Arquivo)No domingo, Wender Aparecido morreu após perder o controle da direção na Avenida Nelly Martins (Foto: Saul Schramm/Arquivo)

Em menos de quatro meses, o trânsito de Campo Grande matou 27 pessoas. Das vítimas em 2018, 11 eram motociclistas. O último caso registrado na Capital aconteceu na noite desta segunda-feira (23), quando o estudante de direito Rogério Afonso Ramos, de 22 anos, morreu ao se envolver em um acidente na Avenida Mato Grosso com a Rua Rio Grande do Sul.

Segundo levantamento do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) e da Santa Casa, de 1º de janeiro até a última segunda-feira, foram registradas 27 mortes. Destas, 11 foram de motociclistas, quatro ciclistas, seis pedestres, quatro motoristas de veículos, um passageiro e uma vítima não identificada.

Ainda segundo os dados, três casos aconteceram no Anel Rodoviário e 16 vítimas morreram após serem socorridas à Santa Casa de Campo Grande. No primeiro semestre de 2017, o número de mortes no trânsito chegou a 35 pessoas. Em todo o ano passado foram 70 mortes em acidentes na Capital.

Conforme o Batalhão de Trânsito, foram registrados 11.213 mil acidentes na cidade em 2017. Ao todo, 5.466 tiveram vítima e 38 resultaram em morte. Nos quatro primeiros meses de 2018, o número chega a 2.538. Destes, 1.405 tiveram feridos.

Hoje de manhã ainda era possível encontrar sinais do acidente que matou o rapaz de 22 anos (Foto: Marina Pacheco)Hoje de manhã ainda era possível encontrar sinais do acidente que matou o rapaz de 22 anos (Foto: Marina Pacheco)

Os acidentes - De sábado até a noite desta segunda, Campo Grande registrou a morte de três pessoas em acidentes de trânsito. O jovem Rogério Afonso Ramos conduzia uma motocicleta Honda, de cor vinho, pela Avenida Mato Grosso, quando colidiu na lateral de um HB20.

Testemunhas contaram que o motorista do veículo, identificado como Rafael Massamy Higuti de Farias, 24 anos, trafegava na faixa do meio e fazia uma conversão para entrar na Rua Rio Grande do Sul no momento do acidente. O motociclista buzinou, mas não conseguiu frear a tempo. Com o impacto, ele foi arremessado e bateu a cabeça no meio-fio.

Equipes do Corpo de Bombeiros chegaram a ser acionadas, mas o estudante não resistiu ao ferimento. Na manhã de domingo (22), o também motociclista Wender Aparecido do Espirito Santo do Rosário, de 20 anos, morreu após perder o controle da direção, colidir com o meio-fio e ser lançado, atingindo um poste de energia elétrica.

O acidente aconteceu na Avenida Nelly Martins, no cruzamento com a Rua Pernambuco, região do Jardim Autonomista. Wender era vigilante e voltava do trabalho quando sofreu o acidente. As causas ainda não foram esclarecidas.

Na noite de sábado (21), Maria Cecília da Silva Batista, de 60 anos, foi atropelada enquanto ia para casa de parentes do Jardim Tijuca. O filho da vítima procurou a polícia na manhã seguinte para registrar o caso, que aconteceu no cruzamento das ruas Xavantes com a Piassanguaba.

Com o impacto, a idosa foi arremessado por cerca 20 metros, chegou a ser socorrida e levada à Santa Casa, mas morreu horas depois de dar entrada na unidade. Os três acidentes são investigados pela Polícia Civil de Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions