A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Maio de 2017

26/02/2012 07:00

Desempenho do agro em janeiro decepciona

Por Marcos Fava Neves e Rafael Bordonal Kalaki (*)

As exportações do agro (US$ 4,88 bilhões), se comparadas com o mesmo período do ano passado (US$ 5,15 bilhões), caíram 5,3%. Chegaram a tímidos 4,88% da meta de 100 bilhões para o ano de 2012. Neste ritmo a meta não será alcançada, pois teremos apenas US$ 58,56 bilhões no final dezembro de 2012. Resta dizer que janeiro de 2011 foi responsável por apenas 5,4% do total exportado.

Os demais produtos brasileiros (fora do agro) tiveram melhor desempenho, com 12% de crescimento (US$ 10,1 bi em 2011, para US$ 11,3 bi em 2012), o que fez com que o agronegócio perdesse participação relativa nas exportações em janeiro.

Os 10 campeões no aumento das exportações foram respectivamente: soja em grãos (aumentou US$ 86,6 mi), carne bovina (US$ 84,3 mi), algodão e produtos têxteis de algodão (US$ 75,4 mi), fumo e seus produtos (US$ 37,9 mi), carne de frango (US$ 28,2 mi), café solúvel (US$ 14,4 mi), couro bovino wet blue (US$ 12,8 mi), óleo de soja (US$ 9,9 mi), borracha natural (US$ 8,6 mi) e carne suína (US$ 3,8 mi). Juntos trouxeram mais US$ 362 milhões nas exportações do agro brasileiro comparadas a 2011.

As variações dos preços médios (US$/toneladas) dos principais produtos exportados também não foram animadoras, ficando da seguinte forma: café solúvel (25,6%), algodão e produtos têxteis (10,3%), carne bovina (3,3%), borracha natural (-0,5%), carne suína (-4,3%), carne de frango (-6,2%), óleo de soja (-8,4%), soja em grãos (-10,0%), fumo e seus produtos (-12,1%) e couro bovino wet blue (-28,2).

Os 10 principais produtos que diminuíram as exportações e contribuíram negativamente para a meta foram: açúcar (queda de US$ 372,5 mi), trigo (US$ 92,1 mi), suco de laranja (US$ 74,1 mi), álcool (US$ 40,8 mi), carne de frango industrializada (US$ 37,6 mi), celulose (US$ 36,3 mi), bovinos vivos (US$ 28,5 mi), calçados de couro (25,4 mi), milho (US$ 14,1 mi) e farelo de soja (US$ 10,1 mi). Juntos, reduziram as exportações em US$ 731,5 milhões.

Nos destinos dos produtos do agro brasileiro, os 10 principais países que mais cresceram foram: China (US$ 132,3 milhões a mais que em 2011), Hong Kong (US$ 73,1 mi), Venezuela (US$ 39,1 mi), Emirados Árabes (US$ 37 mi), Iraque (US$ 30,1 mi), Bélgica (US$ 27,8 mi), Bangladesh (US$ 26,1 mi), Colômbia (US$ 22,1 mi), Taiwan (US$ 20,7) e Índia (US$ 20,2 mi). Somados representaram US$ 428,5 milhões a mais.

Percebe-se realmente o crescimento do mundo emergente nas compras do Brasil.

O Brasil também perdeu vendas em alguns mercados, com destaque para Países Baixos (US$ 105,8 mi a menos que em janeiro de 2011), Irã (US$ 97,3 mi), Argélia (US$ 69,1 mi), Marrocos (US$ 46 mi), Espanha (US$ 44,1 mi), Itália (US$ 39,7 mi), Portugal (US$ 32,3 mi), Gana (US$ 21,9 mi), França (US$ 19,2 mi) e Reino Unido (US$ 15,4). Agregados, foram responsáveis pela diminuição de US$ 515,6 milhões nas exportações brasileiras. Uma parte importante da queda foi em países europeus, talvez reflexo da crise.

O saldo deixado pelo agro em janeiro foi de US$ 3,7 bilhões. Agora é esperar o desempenho nos próximos meses para ver se a meta de US$ 100 bilhões pode ser atingida, confiando na máxima que... o ano só começa após o carnaval.

()Marcos Fava Neves é professor titular de estratégia e planejamento na FEA-USP.

()Rafael Bordonal Kalaki é mestrando em Administração e pesquisador da Markestrat.

Admirável (ou Abominável) Mundo Novo
Volto a escrever sobre a Previdência. Não me move o oportunismo de aproveitar o mau momento do governo que promove reformas tidas e havidas como rede...
A questão ambiental nas empresas
A questão ambiental há algum tempo tem emergido como uma questão importante na gestão das empresas e os benefícios estratégicos da preservação ambien...
O fim da escola sem fim
As raízes mais remotas da escola, tal como nós a conhecemos hoje, estão depositadas na Grécia Antiga, especialmente referenciadas, ao redor do século...
Finanças em ordem
Apesar do alto índice de desemprego, grande parte das empresas sente dificuldade em contratar profissionais qualificados para atuar na área de finanç...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions