A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

03/07/2014 08:39

Fortalecimento da agricultura familiar

Por André Lobo Faro (*)

Considerada uma das atividades econômicas mais importantes no mundo, a agricultura familiar é responsável pela produção de grande parte dos alimentos consumidos. No Brasil, por exemplo, 70% dos alimentos são fornecidos pelos pequenos e médios produtores. Entre os principais cultivos estão mandioca, feijão, milho, café, arroz e trigo.

Tamanha é a grandeza da atividade, que 25 de julho se transformou no Dia da Agricultura Familiar. Além disso, 2014 foi escolhido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, a FAO, como o Ano Internacional da Agricultura Familiar. Essa iniciativa pretende aumentar a visibilidade da atividade dos pequenos agricultores e destacar a importância do trabalho deles na erradicação da fome e da pobreza, na proteção do meio ambiente e no desenvolvimento sustentável.

No Brasil, dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apontam que existem mais de quatro milhões de estabelecimentos familiares rurais, isso resulta em 74% da mão de obra empregada no campo. E a tendência é que esse segmento se fortaleça cada vez mais. O plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 investirá R$ 24,1 bilhões para financiar a produção, a modernização das propriedades rurais e a compra de máquinas e equipamentos.

Com o estímulo à modernização, a indústria de equipamentos também se fortalece e amplia constantemente seus investimentos em inovação e tecnologia. A proposta desse segmento é transformar a atividade rural em uma ação lucrativa e segura. Para isso, disponibilizam ao mercado produtos ergonômicos e potentes, que exigem menos esforço físico na operação e ainda garantem aumento da produtividade

Um exemplo disso é o uso do Motocultivador no lugar da enxada para arar o solo. Ele é indicado para a horticultura, citricultura ou em áreas de pastos, em hortas ou sítios. Com o seu uso, o produtor consegue diminuir o tempo de trabalho de forma significativa, pois em uma área que gastaria até dois dias para preparar o solo, ele consegue reduzir para apenas meio dia. Além disso, existem também outras opções portáteis de fácil manuseio, como as motosserras para o preparo da lenha utilizada nos aquecedores de grãos e as roçadeiras, que ajudam na limpeza das pastagens entre as ruas das culturas.

Dentro do cenário econômico atual, esse é um dos segmentos que mais merece atenção, pois podemos perceber que a agricultura familiar só tende a crescer cada vez mais. Nos próximos anos, a atividade será responsável por novos empregos, aumento da renda familiar, crescimento da indústria e desenvolvimento tecnológico. O meio ambiente também será beneficiado, com a preservação do ecossistema e qualidade de vida para os seres vivos. Seguramente, podemos dizer que esse é um importante vetor de desenvolvimento do País.

(*) André Lobo Faro é diretor nacional de Vendas e Serviços da Husqvarna, líder global no fornecimento de equipamentos para o manejo de áreas verdes e que comemora 325 anos em 2014.

 

A carne que sofre
A “Operação Carne Fraca”, deflagrada pela Polícia Federal no último dia 17 de março, já começa a surtir seus efeitos nefastos no elo mais fraco da ca...
O poder da comunicação
No artigo anterior vimos sobre a operação da Polícia Federal, “CARNE FRACA”, e as questões éticas que resvalam na população. Em complemento àquele ar...
Dentro de casa só a verdade
Como viver em família mascarando a verdade? Não sei como é em sua casa, mas assumir a verdade em seu lar é a melhor escolha. Podem existir situações ...
Carne Fraca: operação eficaz ou midiática?
O dia 17 de março de 2017 marcou três anos da prisão de Alberto Youseef, estopim da operação Lava Jato. Em 17 de abril de 2014, o Brasil começava a m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions