A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

28/02/2019 19:00

Carnaval e dengue preocupam e Hemosul convoca voluntários

Bancos de sangue trabalham com preocupação para tentar cobrir demanda maior em período de feriados prolongados

Humberto Marques
Hemorrede de MS demonstra preocupação com estoques diante do feriadão e do aumento nos casos de dengue. (Foto: Divulgação)Hemorrede de MS demonstra preocupação com estoques diante do feriadão e do aumento nos casos de dengue. (Foto: Divulgação)

O Hemosul Coordenador, que gere a rede de bancos de sangue de Mato Grosso do Sul, funciona com preocupação redobrada no Carnaval, por conta tanto no aumento da demanda por doações em períodos de feriado prolongado como pela queda no número de colaboradores no mesmo período –situação agravada pelas chuvas dos últimos dias, que afastam os doadores, e pela maior procura por plaquetas devido aos casos de dengue.

Via assessoria, a Hemorrede estadual aponta que o Carnaval historicamente derruba em até 30% a quantidade de doações de sangue no Estado, levando a uma convocação para aumentar as contribuições.

Maria Sawada, coordenadora técnica do Hemosul, lembra que, além das viagens e da ingestão de álcool durante o Carnaval, as chuvas também ajudam a afugentar potenciais doadores. Segundo ela, em 19 de fevereiro, 104 doadores comparecerem para doação. Na quarta-feira (27), foram 89. “Exatamente, por isso, a preocupação com o Carnaval aumenta. Precisamos de uma média de 180 doações diárias para atender períodos prolongados de feriados”, afirma.

A Rede Hemosul atende a todos os hospitais, públicos e privados do Estado. Atualmente, o estoque de sangue tipo O negativo está em estado crítico, porém, todas as tipagens sanguíneas são bem-vindas. “Nossa demanda principal é de plaquetas, que têm validade de cinco dias. Temos muitos pacientes hematológicos, oncológicos e com dengue hemorrágica para atender”.

Atendimento – Em Campo Grande, o Hemosul, localizado no cruzamento da Avenida Fernando Corrêa da Costa com a Rua Padre João Crippa, funcionará nesta sexta-feira (1º) das 7h às 17h. Sábado (2) e segunda-feira (4), o banco de coletas funcionará das 7h às 12h –não haverá expediente domingo (3) e na terça-feira de Carnaval (5). Quarta-feira (6), a unidade abre das 13h às 17h.

Para doar sangue, o colaborador deve portar documento oficial com foto (como o RG ou a CNH) e ter idade entre 16 e 69 anos. Jovens entre 16 e 17 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis ou tirar na unidade modelo de declaração a ser assinado e ter firma reconhecida e entregue antes da doação. Emancipados devem entregar o documento comprovando a condição, ou certidão de casamento no caso de matrimônio.

Embora a lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 hg, a Rede Hemosul aceita apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador. O doador deve estar bem alimentado –não podendo estar em jejum–, desde que tenha evitado refeições com excesso de gordura. Recomenda-se uma alimentação saudável no ato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions