ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Após 12 mortes em 3 dias, secretário pede para adolescentes se vacinarem

Segundo ele, vacinação estagnou; atualmente, grupo está permitido a receber vacinas da Pfizer

Por Guilherme Correia | 27/09/2021 10:56
Mulher recebe dose de vacina contra a covid-19 em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Mulher recebe dose de vacina contra a covid-19 em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Mato Grosso do Sul registrou 12 mortes por covid-19, entre a sexta-feira e o domingo. Além disso, quando analisado de forma semanal, os dados da SES (Secretaria Estadual de Saúde) indicam para uma média de 115 infecções e cinco óbitos a cada 24 horas no Estado.

Em live nesta segunda-feira (27), o titular da pasta, Geraldo Resende, afirmou que a vacinação de adolescentes está estagnada. "Procure vaciná-los, temos vacina em quantidade suficientes para vacinar", afirmou.

Vale ressaltar que há alguns dias, o Ministério da Saúde chegou a pedir a suspensão da aplicação de doses nesse público - o que foi discordado por autoridades sanitárias locais de várias partes do Brasil, incluindo no Mato Grosso do Sul, que continuaram permitindo a vacinação.

Posteriormente, a pasta federal voltou atrás e liberou novamente a imunização desse grupo. Segundo os dados oficiais, aproximadamente 63% da população de 12 a 17 anos buscou a primeira dose.

O vai e vem de decisões gerou uma série de confusões para muitas pessoas. Portanto, é importante reforçar que os entes federais, estaduais e municipais de todo o País permitem a vacinação desse público, já que as doses da Pfizer foram autorizadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Ao menos em Campo Grande, o prazo para a segunda dose voltou a ser de 21 dias. No entanto, a decisão estadual segue irredutível para 12 semanas - portanto, verifique com a secretaria municipal de saúde do seu município para saber qual o intervalo de vacinas.

Boletim atualizado - Os números são de sexta-feira para sábado, de sábado para domingo, de domingo para segunda-feira.  Ao todo, mais de 76,2% da população de MS recebeu uma dose, enquanto 56,2% foram imunizados com duas vacinas ou dose única.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário