ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 14º

Cidades

Após apelo "Vacina Geral", Ministério amplia para 150 mil doses da Janssen a MS

Mato Grosso do Sul havia pedido todas as doses do imunizante da marca

Por Lucia Morel | 10/06/2021 19:48
Frascos da vacina da Janssen que são aplicadas em apenas uma dose contra a covid. (Foto: Divulgação)
Frascos da vacina da Janssen que são aplicadas em apenas uma dose contra a covid. (Foto: Divulgação)

Mato Grosso do Sul vai receber cerca de 150 mil, o mesmo que 5% das três milhões de doses da vacina Janssen contra covid-19 que devem chegar ao Brasil amanhã. Depois de pleito do Cosems/MS (Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul) pela totalidade das doses esta semana, o Ministério da Saúde garantiu um pouco mais ao Estado além das 38,4 mil que estavam previstas.

Segundo o conselho informou há pouco em nota, após reunião hoje da CIT (Comissão Intergestores Tripartite), formado pelo ministério, Cosems e Conass (Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde ficou definido aumento das doses a serem enviadas a MS.

Presidente do conselho municipal, Rogério Leite, disse que os 5% estão garantidos. “5% do total recebido será destinado a população sul-mato-grossense. A distribuição aos municípios será pactuada com o Estado, durante reunião da CIB, com todos os gestores”, comentou.

Segundo o Ministério da Saúde, para negar o pedido de três milhões ao Estado, foi informado que tal lote de doses únicas já estava dividido entre os estados e para cá, viria remessa contendo imunizantes para aplicação em cerca de 38,4 mil pessoas. Com anúncio desta tarde, após o pleito, MS foi contemplado com mais.



Na quarta-feira (8), o Cosems (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul) enviou ofício ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pedindo "doses únicas" suficientes para imunizar 100% dos adultos.

O conselho defende que Mato Grosso do Sul tem baixa densidade demográfica (quantidade de habitantes por metro quadrado) e logística de distribuição de doses que já se mostrou eficaz, demostrada pelo percentual de 96,67% das vacinas recebida aplicadas.

Como argumento, o conselho lembrou que as vacinas da Janssen chegarão ao Brasil com prazo de validade para vencer em 27 de junho e que a estratégia de distribuição em Mato Grosso do Sul possibilitaria o aproveitamento de todas as doses que forem enviadas, já que o Estado já se mostrou capaz de receber e em 12 horas entregar vacinas a todos os 79 municípios.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário