ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  19    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Assassinado aos 10 anos, Dudu agora é homenageado com área de lazer onde viveu

Luiz Eduardo Martins Gonçalves foi agredido até a morte por adolescentes e pelo ex-padrasto, no bairro Aero Rancho

Por Silvia Frias | 26/11/2020 12:20
Desaparecido em dezembro de 2007, Dudu foi sepultado em dezembro de 2010 (Foto/Arquivo)
Desaparecido em dezembro de 2007, Dudu foi sepultado em dezembro de 2010 (Foto/Arquivo)

Luiz Eduardo Martins Gonçalves, assassinado aos 10 anos de idade, agora, nomeia área de lazer no bairro Aero Rancho. Dudu desapareceu no dia 22 de dezembro de 2007 e a investigação policial descobriu que o menino foi espancado até a morte.

A lei com a denominação foi publicada hoje no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O trecho está localizada no parcelamento Jardim das Hortênsias I, no quadrilátero da Avenida Arquiteto Vilanova Artigas e ruas Prímula, Gérbera e Caládio e será denominado “Área de Recreação e Lazer Dudu – Luiz Eduardo Martins Gonçalves”.

O crime gerou comoção em Campo Grande. As investigações apontam que Dudu, à época do crime com 10 anos, foi morto no dia 22 de dezembro de 2007, data do desaparecimento, ocorrido no Bairro Aero Rancho.

O garoto brincava com os amigos quando foi pego pelo vizinho Holly Lee e três adolescentes, dois meninos e uma menina. Dudu foi agredido a socos e pontapés.

Na sequência, ele foi levado para a casa do ex-padrasto do menino, José Aparecido Bispo da Silva, o Cido, que deu continuidade à violência. As agressões continuaram em um terreno baldio conhecido como "mangal" até morte da criança.

Em seguida, os três colocaram o corpo de Dudu dentro de um veículo Fiat e o levaram até um tereno baldio localizado no quadrilátero formado pelas ruas Eva Perón, Divisão, Paschoal Carlos Magno e dos Pereira, onde o enterraram.

Alguns dias depois, Cido e Holly Lee voltaram ao local, desenterraram o cadáver e cortaram em vários pedaços. Os restos mortais foram enterrados novamente no mesmo local.

Cido foi preso em 2009 e, no dia 31 de março do ano seguinte, condenado a 26 anos de prisão pela morte de Dudu. Holly Lee foi sentenciado a 24 anos e 10 meses pelo homicídio. Os outros envolvidos eram menores de idade.

Nos siga no Google Notícias
Veja Também
Regras de comentário