ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Justiça tira tornozeleira do “Rei da Fronteira” para tratamento em São Paulo

Dispositivo deve ser recolocado quando Fahd Jamil voltar a Campo Grande

Aline dos Santos | 10/10/2022 10:47
Fahd Jamil em fotografia da década de 80. (Foto: Reprodução)
Fahd Jamil em fotografia da década de 80. (Foto: Reprodução)

Depois de revogar a prisão domiciliar em agosto, a Justiça mandou retirar a tornozeleira eletrônica de Fahd Jamil, 81 anos, conhecido como “Rei da Fronteira” e alvo da operação Omertà.

A defesa pediu autorização para que ele faça tratamento médico no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) deu parecer favorável e a Justiça autorizou a viagem, com retirada do dispositivo eletrônico. A tornozeleira deve ser recolocada quando Fahd voltar a Campo Grande.

De acordo com a 1ª Vara Criminal de Campo Grande, foi comprovada a necessidade de tratamento de  saúde. A Justiça determinou que a cada dez dias sejam enviados relatórios médicos sobre o andamento dos exames e cirurgia, bem como informando a previsão de finalização destes, sob pena de decretação da prisão.

Fahd Jamil foi denunciado por obstrução de Justiça e liderança de organização criminosa armada. Para ter direito à prisão domiciliar, o Rei da Fronteira pagou fiança de R$ 990 mil.

Nos siga no Google Notícias