ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

Mãe de Eliza Samudio posta foto da filha com Bruninho criada por IA

“Hoje essa imagem poderia ser real”, lamentou Sônia de Fátima Moura em postagem no Instagram

Por Jhefferson Gamarra | 27/12/2023 14:14
Foto de Eliza e Bruninho, que hoje tem 13 anos, publicada nas redes sociais (Foto: Redes Sociais)
Foto de Eliza e Bruninho, que hoje tem 13 anos, publicada nas redes sociais (Foto: Redes Sociais)

Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza Samudio, compartilhou uma imagem gerada por inteligência artificial que retrata a filha ao lado do neto, Bruninho, de 13 anos. A foto, publicada no dia de Natal, foi uma forma de expressar o vazio deixado pela ausência de Eliza, que foi assassinada pelo ex-goleiro Bruno.

O retrato, criado pelo artista Hidreley Diao, especializado em reconstruções visuais usando Photoshop e Inteligência Artificial, foi divulgado em conjunto com Sônia. "Hoje essa imagem poderia ser real, se não tivessem lhe tirado a vida. Hoje você poderia estar ao lado do seu filho Bruninho", lamentou a avó de Bruninho.

O assassinato de Eliza Samudio teve ampla repercussão nacional, pois envolveu o então goleiro titular do Flamengo, Bruno Fernandes. Na época, em 2010, Eliza tinha 25 anos e um filho com o atleta, fruto de um relacionamento conturbado em 2009. A relação foi marcada por conflitos, denúncias de agressão à polícia por parte de Eliza e, posteriormente, o desfecho com cárcere privado e morte por estrangulamento e esquartejamento da modelo e atriz.

A investigação policial concluiu que a modelo foi levada para um sítio no interior de Minas Gerais, onde foi espancada e asfixiada até a morte. Sangue e restos de pertences de Eliza foram encontrados queimados no sítio do goleiro.

Em 2013, Bruno foi condenado a 23 anos e um mês por homicídio, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado de Eliza e Bruninho. Além disso, o goleiro respondeu por ocultação de cadáver, mas a pena foi extinta, após a Justiça entender que o crime prescreveu.

O ex-goleiro do Flamengo foi para o regime semiaberto em 2018 e está em liberdade condicional desde janeiro de 2023. Bruno chegou a jogar bola profissionalmente quando deixou a prisão, mas anunciou “aposentadoria” dos gramados para se dedicar a carreira de investidor.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias

Veja Também