ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Vacina da Janssen deve impactar números da pandemia em 15 dias, diz Geraldo

Estado já aplicou mais de 2 milhões de doses

Por Adriel Mattos | 12/07/2021 18:35
Secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

A vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso do Sul com o imunizante da Janssen deve reduzir ainda mais os números da pandemia, avalia o secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende. No Estado, 13 municípios na fronteira com Bolívia e Paraguai integram estudo de vacinação em massa.

“Ainda não vimos um avanço, mas havemos de ter um impacto profundo nos próximos 15 dias”, frisou Resende em entrevista à TV Morena hoje, segunda-feira (12). Mais cedo, o Estado registrou nove mortes pela doença, o menor número desde fevereiro.

O secretário relatou ainda que nos próximos lotes, a Vaxzevria (AstraZeneca-Universidade de Oxford) será usada principalmente para aplicação da primeira dose. Já a CoronaVac (Butantan-Sinovac) e a Comirnaty (Pfizer) darão prosseguimento na aplicação de segunda dose. “Assim queremos continuar como o Estado líder em vacinação”, destacou Geraldo.

Segundo o painel Mais (Monitor de Apoio às Informação em Saúde), Mato Grosso do Sul já aplicou mais de 2 milhões de doses de vacinas contra a doença causada pelo novo coronavírus. Desse total, 207,7 mil doses foram do imunizante da Janssen.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário