A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

06/07/2012 18:30

Acusado de morte de vereador é candidato a prefeito em Alcinópolis

Nicholas Vasconcelos

Acusado de matar vereador e primo de vítima disputam prefeitura em Alcinópols (Foto: Simão Nogueira)Acusado de matar vereador e primo de vítima disputam prefeitura em Alcinópols (Foto: Simão Nogueira)

O prefeito afastado de Alcinópolis, Manoel Nunes (PR), se candidatou para voltar à Prefeitura do município, distante 402 quilômetros de Campo Grande.

Manoel é acusado pela morte do presidente da Câmara de Vereadores, Carlos Antônio Carneiro, em julho do ano passado e chegou a ficar preso por pouco mais de dois meses.

Manoel declarou à Justiça Eleitoral ter bens avaliados em R$ 1.183.550, entre terras, uma caminhonete e também o salário que tem direito a receber da Prefeitura por determinação judicial, estimado em R$ 120 mil.

O primo do vereador assassinado, Ildomar Carneiro Fernandes (PMDB), também vai disputar as eleições em Alcinópolis com a viúva, Nara Silva Carneiro (PDT). O gasto máximo declarado pela coligação é de R$ 1 milhão.

O atual prefeito e pai da vítima, Alcino Carneiro (PDT), se diz indignado com a candidatura de Manoel e acredita que ele não seja eleito. “Eu já votei nele, mas não sabia que era um bandido”, afirmou.

Caso

Carlos Antônio Carneiro foi morto 26 de outubro de 2010 ao lado do hotel Vale Verde, na avenida Afonso Pena. Irineu Maciel e Valdemir Vansan foram presos logo após o crime.

O vereador Carlos Antônio da Costa Carneiro foi morto em próximo ao Hotel Vale Verde. Ireneu Maciel, o executor do crime, foi preso em flagrante por policiais civis que passavam no local logo após o crime. Ele foi condenado e fevereiro a 19 anos.

Valdemir Vansan, apontado como responsável pela contratação de Irineu, foi condenado a pena de 18 anos.

Irineu foi levado ao local da execução na garupa da moto de Aparecido Souza Fernandes, que vai a julgamento no dia 3 de agosto.

Em julho do ano passado foram presos o prefeito de Alcinópolis, Manoel Nunes da Silva (PR) e os vereadores Valter Roniz (PR), Enio Queiroz (PR) e Valdeci Lima (PSDB). A justiça aceitou denúncia contra os vereadores, que vão responder pelo assassinato e podem ir a júri popular.

Viúva de vereador assassinado será candidata a vice em Alcinópolis
A chapa será liderada por Ildomar Carneiro Fernandes (PMDB), que já foi prefeito da cidade. A viúva do vereador Carlos Antônio Costa Carneiro será c...
Homem que deu carona a assassino de vereador de Alcinópolis vai a júri
No dia 3 de agosto, Aparecido Souza Fernandes vai sentar no banco dos réus Vai a júri popular no dia 3 de agosto mais um acusado de envolvimento no ...
Em MS, 196.191 condutores podem pedir CNH digital gratuitamente
Dos 1.134.551 condutores habilitados em Mato Grosso do Sul, 196.191 já possuem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) com QR Code e podem solicitar...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions