A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/03/2009 07:01

Bolsa de policial morta a tiro não foi roubada

Redação

A bolsa da policial civil Elaine Orlando Viana Yamazaki, de 35 anos, morta com um tiro no rosto na manhã desta sexta-feira, em Campo Grande, foi encontrada dentro do carro dela, um Fiesta cinza, de placas HSZ-2250. O fato de não ter sido roubada pode afastar a suspeita de roubo seguido de morte.

Por outro lado, o som do carro foi retirado. A perícia está no cruzamento da Avenida Salgado Filho com a 1º de Julho, local em que a policial foi encontrada morta, dentro do carro. O marido de Eliane também acompanha o trabalho.

Uma colega de trabalho da policial, que conversou com o Campo Grande News, disse que não sabia se Elaine sofria algum tipo de ameaça. Ela acredita que a policial seguia para o trabalho quando foi morta, porque pegaria plantão a partir de 8 horas. A policial era lotada na Delegacia de Mulher.

A Polícia também investiga se o assassinato ocorreu depois da saída de Eliane da faculdade Estácio de Sá, onde cursa o 5º semestre de Direito, na noite de ontem.

Moradores vizinhos afirmam que não escutaram barulho de tiro. Foi levantado no local a suspeita de que o responsável pelo disparo usou um silenciador. O caso é investigado e por enquanto não há informações sobre suspeitos.

Um vigilante de posto de combustível próximo do local do crime foi quem acionou a polícia.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions