A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/06/2009 09:38

Briga de 2007 pode estar relacionada à morte de mecânico

Redação

O assassinato do mecânico Maurício Debortoli, de 36 anos, na madrugada de ontem, no bairro Santo Antônio, em Campo Grande, pode estar relacionado a um desentendimento ocorrido em abril de 2007. Essa é uma das linhas que será investigada pela Polícia e outra é que o crime esteja relacionado a uma briga banal de trânsito.

No dia 26 de abril de 2007 Debortoli se envolveu em um desentendimento no bar Macalé, que à época funcionava na rua 15 de novembro, na esquina com a Rio Grande do Sul.

O caso corre sob segredo de Justiça. Na ocasião houve troca de ameaças e foi apontada uma arma para a pessoa que se desentendeu com Debortoli. Mais tarde, na delegacia, os envolvidos entraram em contradição e não ficou claro quem apontou a arma.

No mesmo ano a casa da família de Debortoli foi invadida em Campo Grande por uma quadrilha que fez todos reféns por 7 horas e roubou a caminhonete Mitsubishi L-200, de placas HSP-1105.

Na madrugada de ontem Debortoli foi morto com tiros na cabeça, na rua Ana Nery, quando estava em sua camionete, uma Mitsubishi, L-200, de cor branca e de placas HTD -4483. Um Gol verde colidiu no veículo e teve início a discussão, que culminou na morte dele.

Uma testemunha disse que em certo momento escutou um dos dois dizendo "você não é Polícia, você não é Polícia". A placa do carro do suspeito foi parcialmente anotada: NJ-3444.

Os policiais do SIG (Serviços de Investigações Gerais) já chegaram ao suspeito, mas por enquanto não foi informado seu nome ou paradeiro. Na camionete de Debortoli foi encontrado um coldre e um equipamento de choque.

Velório

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions