A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/02/2009 14:12

Caciques fazem reunião para discutir situação da Funai

Redação

Os caciques da região sul do Estado vão se reunir, em assembléia, para discutirem os protestos realizados por um grupo de indígenas que pedem a saída da atual administradora da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Dourados, Margarida Nicoletti.

A "Aty guasu" (grande assembléia, na língua guarani), será realizada em Amambaí nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro. Segundo o Cimi (Conselho Indigenista Missionário), 45 comunidades da região devem participar, além de representantes da Funai.

No dia 2 de fevereiro, índios da etnia Terena, minoria na região sul do Estado, iniciaram os protestos com o bloqueio da MS-156, liberada poucos dias depois. Não satisfeitos, os índio impediram o funcionamento da sede da Funai em Dourados, o que ocasionou a perda de oito toneladas de alimentos que seriam distribuídos entre as populações indígenas da região.

Há alguns dias, a Justiça determinou que os manifestantes permitissem que os servidores da Fundação voltassem às atividades.

Porém, mais que debater sobre a atuação da administração de Dourados, o encontro servirá para se fazer uma avaliação do trabalho de outros representantes da Funai no sul do Estado.

Segundo Getúlio Juca de Oliveira, cacique da aldeia Jaguapiru, em Dourados, o encontro deve definir uma posição única das comunidades indígenas sobre a permanência de Nicoletti. "Todos os líderes vão poder falar e a gente vai ver o melhor para as aldeias", disse.

Oliveira, que representa cerca de 13 mil índios, disse que é favorável à permanência de Nicoletti na administração da Funai em Dourados. Contudo, afirmou que está disposto discutir a situação.

Dirce Veron, que participa do protesto em frente à sede da Funai há 24 dias, disse que saída de Nicoletti vai melhorar o atendimento dado aos índios do sul de Mato Grosso do Sul.

"Queremos que a cesta básica melhore, que a Funai resolva nossos problemas de documentação e incentive a nossa produção, e a Margarida [Nicoletti] não quer isso", presume.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions