A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018

04/06/2009 16:00

Caixa substitui grevistas para não atrasar programas

Redação

A Caixa Econômica Federal substituiu os funcionários em greve por terceirizados para manter em dia a análise dos projetos e programas prefeituras de Mato Grosso do Sul. Por meio da assessoria, o superintendente Paulo Siqueira Antunes, garantiu que nenhum empreendimento está atrasado por conta da paralisação iniciada no final de abril deste ano de arquitetos, engenheiros e advogados.

O banco garantiu que todas os projetos da prefeitura de Campo Grande estão seguindo o ritmo normal e não sofreram atraso. Na semana passada, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) afirmou que cinco obras, incluindo-se as do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) e para acabar com as enchentes do Rio Anhandui, estavam atrasadas por causa da greve.

De acordo com a assessoria da Caixa, a do Rio Anhandui não foi reiniciada porque está sendo reprogramada pela prefeitura. Lançadas em 2007, as obras para acabar com os transbordamentos do rio estão paradas, sem previsão de retorno. O investimento representa cerca de R$ 9 milhões.

Segundo a assessoria, o secretário de Governo, Rodrigo Aquino, teria afirmado que não houve manifestação da prefeitura sobre atraso das obras por causa da greve dos funcionários do banco.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions