A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/12/2012 20:41

"Era brincadeira", diz preso por abuso sexual contra adolescentes

Nícholas Vasconcelos e Viviane Oliveira
Carro utilizado no crime foi apreendido pela Polícia. (Foto: Luciano Muta/Campo Grande News)Carro utilizado no crime foi apreendido pela Polícia. (Foto: Luciano Muta/Campo Grande News)
Delegado Fernando Nogueira explica que preso disse que tudo não passava de uma brincadeira. (Foto: Luciano Muta/Campo Grande News) Delegado Fernando Nogueira explica que preso disse que tudo não passava de uma brincadeira. (Foto: Luciano Muta/Campo Grande News)

Foi preso na tarde desta segunda-feira (10) o jovem Jeferson Matos da Silva, 22 anos, acusado de participação no abuso de um adolescente de 16 anos no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. O adolescente havia sido acusado de roubo, foi espancado e em seguida obrigado a fazer sexo oral e masturbar outro menino de 13 anos. O crime foi no dia 15 de novembro e o vídeo distribuído via celular entre os moradores do bairro.

Jeferson é acusado de dirigir o veiculo GM Vectra desde o bairro até a região da Gameleira, onde ocorreu o abuso sexual. Ele foi preso em frente a casa, também no Aero Rancho e foi acusado pelo transporte da vítima e das agressões. O acusado está preso de forma preventiva na 5ª DP (Delegacia de Polícia), na Vila Piratininga. 

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Fernando Nogueira, Jeferson disse que tudo foi uma “brincadeira” e que a intenção não era humilhar o adolescente.

Outros três maiores de idade também foram indiciados pelo crime e tiveram a prisão preventiva decretada, mas estão foragidos. Dois adolescentes foram identificados, eles teriam filmado e distribuído o vídeo para outros moradores do bairro, e estão soltos. O suspeito pelas filmagens é primo do acusado que está preso.

Já o adolescente de 13 anos que aparece nas imagens também foi qualificado como vítima, já que foi obrigado pelos autores a permitir o abuso.

Os adultos vão responder por sequestro, cárcere privado, estupro, formação de quadrilha e tortura. Se condenados, podem pegar até 20 anos de prisão.

A mãe de Jeferson, que não quis se identificar, compareceu a delegacia e estava revoltada com a prisão do filho. Ela é a dona do Vectra e disse que o filho apenas deu uma carona para os meninos e o filho. A mulher disse ainda que o quando o filho soube que a Polícia investigava o caso fugiu para Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande.

Caso -  O adolescente de 16 anos foi agredido e violentado no dia 15 de novembro. Todo crime foi gravado no celular pelos agressores e as imagens foram distribuídas no bairro. Com o vídeo em mãos os moradores se revoltaram e procuraram a Polícia.

Segundo o adolescente, ele estava em casa, quando um jovem foi chamá-lo dizendo que um grupo de meninos queriam falar com ele. Ao chegar ao local, os garotos o levaram para um quarto e começaram a perguntar onde estavam um anel, corrente e uma capa de chuva que ele era acusado de furtar.

A violência teve inicío no bairro e terminou na estrada da Gameleira, na zona rural de Campo Grande.

O Campo Grande News teve acesso ao vídeo e optou por não divulgá-lo em razão do conteúdo.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Revoltados tem que estar é familia da vitima, hora esta......
 
José Arantes em 11/12/2012 00:03:23
Nossa, a mãe do criminoso e abusador de adolescente está revoltada com a prisão do filho. Ele só deu carona? Isso foi o que ele contou e ela acreditou né. Por isso a violência está do jeito que está, falta de educação e esse excesso de proteção dos pais, defendendo e apoiando tudo o que os filhos fazem. Essa mãe deveria ser presa também por não ter cumprido seu dever de educar o filho. Criou um marginalzinho.
 
Rafael Santos em 10/12/2012 21:30:06
esse rapaz quis fazer justiça com as proprias mãos, agora vai pagar com a mesma moeda dentro do presidio...
 
marcos ferraz em 10/12/2012 21:06:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions