A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/11/2012 14:50

Família diz que idoso que está em coma foi espancado no presídio

Viviane Oliveira e Mariana Lopes
Eliane registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal. (Foto: Rodrigo Pazinato)Eliane registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A filha de Veríssimo Campos da Silva, 64 anos, acusado de amarrar e amordaçar uma criança de 9 anos para roubar diz que o idoso foi espancado no Instituto Penal de Campo Grande, onde estava preso desde quarta-feira (7). Ele está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa em estado grave.

Eliane Paiva da Silva, 33 anos, em entrevista ao Campo Grande News na manhã desta quinta-feira (15), contou que ficou sabendo da prisão do pai pela imprensa. “Na hora não acreditei e imediatamente entrei em contato com a delegacia". 

Ao ligar na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi informada que o pai havia sido transferido para um presídio, mas não souberam dizer qual. Preocupada com a situação, Eliane decidiu procurar um advogado foi quando descobriu na terça-feira (13) que o pai estava internado em coma na Santa Casa.

De acordo com o advogado contratado pela família, Wilton Acosta, ao entrar em contato com o presídio foi informado que o idoso havia sido agredido por outros detentos no sábado (10) e no mesmo dia havia sido transferido para outra cela, porém mais tarde eles mudaram a informação dizendo que idoso tinha sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral). 

No domingo (11) o idoso teve uma convulsão e foi levado para o posto de saúde do bairro Tiradentes. Devido ao estado de saúde, ele foi encaminhado para a Santa Casa, onde permanece internado sob escolta policial.

Ainda conforme o advogado, Veríssimo deu entrada no hospital com TCE (Traumatismo Craniano Encefálico) e hemorragia cerebral, no entanto na ficha dele não havia nenhum dado. “Internaram meu pai sem identificação”, lamenta a filha.

Veríssimo está internado desde domingo na UTI da Santa Casa. (Foto: Minamar Júnior)Veríssimo está internado desde domingo na UTI da Santa Casa. (Foto: Minamar Júnior)

No final da tarde de ontem, Eliane conseguiu uma autorização do juiz da 1ª Vara de Execuções Penais, Gil Messias Fleming, para ir visitar o pai. “Quando entrei na enfermaria vi uma pessoa praticamente morta”, disse.

Ela  registrou na noite de desta quarta-feira (14) boletim de ocorrência por lesão corporal na 1ª delegacia de Polícia Civil. “Eu quero uma explicação e saber o que realmente aconteceu com o meu pai. Eles não tiveram nenhum respeito com a nossa família”.

A assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), disse que o idoso teve um AVC, porém a direção do presídio abriu um procedimento de investigação para verificar se o fato tem algum envolvimento dos internos.

Ainda de acordo com o órgão, todos os procedimentos de praxe foram realizados. A família não foi procurada pelo presídio porque acharam que o idoso receberia alta na segunda-feira (12).

Caso - O vendedor de picolé foi preso na tarde da última terça-feira (6) ausado de roubar uma menina de 9 anos, no bairro Jardim Colúmbia. O homem foi segurado pela vizinhança, depois que a menina gritou por socorro. Ela foi encontrada amarrada e amordaçada com um cinto dentro da casa dela.

Segundo a Polícia Civil, vizinhos ligaram dizendo que haviam detido um homem que tentava estuprar uma menina. Quando a Polícia chegou ao local, a criança disse que tinha comprado um picolé quando o idoso perguntou se ela estava sozinha em casa.

O homem levou a menina para dentro da casa, amarrou com um cinto mãos e a boca da criança. Em certo momento, ela conseguiu gritar, foi quando a vizinha entrou em casa e o idoso correu. Para os vizinhos, a menina disse que quem havia feito aquilo com ela era um vendedor de picolé ‘velhinho’ e de barba.

Os próprios moradores saíram correndo atrás e conseguiram deter o idoso. A casa da família da criança estava toda revirada e a mãe disse à Polícia que só deu falta de R$ 15 que foram levados da carteira.

Idoso de 64 anos que vendia picolé é preso por tentar abusar de menina de 9 anos
Um vendedor de picolé de 64 anos foi preso na tarde desta terça-feira depois de tentar abusar de uma menina de 9 anos, no bairro Jardim Colúmbia, em ...
Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...


Tadinho dele, chama os direitos humanos pra ele. E de quebra chama também pras vítimas dele!
 
Adriano Magalhães em 16/11/2012 09:30:54
acho pouco o que fizeram com esse velho safado..... Agora ficam com dó dele, mas ele teve dó da criança? velho safado... pedofelo. ele não teve respeito nenhum a familia da criança né????
 
skalery gonçalves em 16/11/2012 09:00:54
Não podemos conceder o poder da punição aos nossos condenados. Uma vez sob tutela do Estado, todo ser humano tem que ter sua integridade física respeitada. Mesmo que seja um bestializado molestador de crianças. Uma sociedade civilizada não pode conceder seu poder de justiça a detentos e criminosos.
 
Bergo de Almeida em 16/11/2012 08:37:55
Onde tava essa "boa" filha quando pai dela tava passando necessidade a ponto de roubar???? Ela quer é meter a mão na grana issu sim...
 
José Pereira em 16/11/2012 08:36:06
Olha Eliane (filha do idoso) me desculpe mas seu pai não merece respeito nenhum, com certeza ele iria fazer pior com a acriança, graças a Deus ela teve como gritar por socorro, não consigo sentir "pena" da situação dele, esta nesta por conta dos próprios atos dele.
 
Flaviana Silva em 16/11/2012 08:18:14
Um cara como este monstro deste velho deveria era morrer em vez de trabalhar..... fica violentando crianças. E agora tem familia será que ele não pensou que é crime abusar de criança?
 
ely monteiro em 16/11/2012 08:06:16
e o que ele queria? hidromassagem, caviar, tv a cabo, face,....
tenha santa paciência. errou tem que pagar. chegou a hora.
 
angela alencar em 16/11/2012 01:34:27
Quando vivemos em sociedade e aceitamos que cabe a Justiça, processar e julgar os nossos pares que cometem algum ilícito, agimos assim dentro dos ditames das leis. A partir do momento em que começamos a achar que a inversão disso (a justiça pelas próprias mãos) é normal, estamos retrocedendo aos tempos primórdios, da lei de
Talião (olho por olho, dente por dente), e isso é extremamente perigoso.
E é justamente isso que percebemos nos comentários anteriores, pessoas dizendo que: ele teve sorte de ainda estar vivo, pelo que fez, e se a filha dele pensou na família da criança, e outros comentários mais.
A família do idoso, somente quer o direito de saber o que realmente lhe aconteceu quando da sua prisão, uma vez que somente após 3 dias de estar internado é que souberam do seu paradeiro.
 
WILTON EDGAR SA E SILVA ACOSTA em 16/11/2012 01:27:20
Parabéns aos que deram a lição a esse senhor, que mais que merecidamente foi preso praticando atitude tão condenável, disso resta apenas a vergonha que sua familia à de passar.
 
Carlos luz em 16/11/2012 00:40:13
Essa filha tinha que agradecer a quem fez isso, pois assim esse safado nao vai mais molestar ninguem, mais que merecido... quem apronta criança tem que ter pena maxima na justiça dos homens na justiça de Deus e na justiça dos leigos!!
 
maria de souza em 16/11/2012 00:09:20
Respeito com sua família!!! O seu pai é quem tinha que respeitar o semelhante, principalmente em se tratando de uma criança. O que se vislumbra é que vc certamente deseja receber alguma compensação. Vc pode até receber, juntamente com seu pai, porém o Estado obstaculizará por tanto tempo com recursos os mais variados que seu pai, esse delinquente, não verá o dinheiro. Plantou! Colheu!
 
Rinaldo Ribeiro em 15/11/2012 22:38:09
....Ai vem a filha e diz que " não tiveram nenhum respeito com nossa família". Eu me pergunto: Qual o respeito que seu pai teve com a menina e com a família dela?????? Ta querendo se aparecer né? ou ta de sacanagem comigo!!!
 
William Alves em 15/11/2012 21:45:54
engraçado ,pai bate na filha e nem por isso apanhou,no presidio leis para uns e outros nao fica minha resposta ,sera que ta certo ,pois cade aquele pai que bateu na filha no b ganguru,e outro sfatos.
 
renato ilmo em 15/11/2012 20:47:16
O que me preocupa nesse caso é a diferença com que é tratado um acusado pobre, como é o caso desse senhor, e um acusado rico, filho de gente importante. Nesse caso, evidente que a polícia permitiu que o acusado fosse espancado pelos demais presos. Lembro de um outro caso, de um estudante de direito da Unaes, filho de um advogado famoso, que foi acusado pelo estupro de cinco mulheres(o caso da blazer preta). Demorou quase um ano para ser preso, ficou em cela especial e saiu rapidinho da cadeia. Nunca mais se ouviu falar sobre o caso. Deve estar rindo das vítimas até hoje.
 
SÉRGIO GRIÃO em 15/11/2012 19:18:35
pessoal não vamos generalizar!!! o idoso cometeu um crime é fato! Graças a deus foi só um 155! agora se descer o pau em todos,vai virar bagunça!estamos cheios de injustiça por ai!!!
 
vlademir sergio ferreira em 15/11/2012 18:20:42
"Eles não tiveram nenhum respeito com a nossa família" e seu pai teve? por acaso você se esqueceu o que seu pai aprontou? e deixo o recado para quem tiver pena desse pedófilo safado e sem vergonha: tá com dó? leva para sua casa e deixa ele com suas crianças! concordo com o leitor que diz que a filha quer indenização agora. Mas é bom; assim a família da VERDADEIRA VÍTIMA pode pedir também indenização ao picolezeiro!
 
Gustavo Ribeiro em 15/11/2012 17:26:34
fico muito triste com a maneira como foi jugado e jogado no presidio esse senhor por um pegueno furto .mais vergonhoso foi ser agredido por bandidos guerendo fazer justiça.eu não concordo com q ele fez..é mais vergonhoso como foi jugando e condenado como cachorro . sem dono .se fosse politico deses que temos em c. grande q ficarão rico roubando .eles não vão preso são ladrão de bem
 
aparecido pais em 15/11/2012 17:01:16
Esperta essa filha, com certeza junto com o advogado vislumbra o recebimento de indenização, enquanto isso a criança que foi brutalmente atacada pelo seu inocente pai com certeza não dispoe de acompanhamento psicologico, nem almejam dinheiro. A justiça deveria obrigar essa familia a pagar tratamento a criança e o agressor teve o que merecia.
 
Horlando P. de Mattos em 15/11/2012 16:28:06
Concordo com o comentário sobre o padrasto que atacou a criança de 4 anos. .Esse sujeito também não deveria receber proteção,indo para mesma prisão que este idoso foi encaminhado e sofrer a consequência de seus atos.Fico indignado assim por saber que as leis são fracas em nosso país e não punem os criminosos como deveria ser e fica a torcida de que os próprios detentos resolvam certos casos. Infelizmente esta é a nossa realidade.
 
Carlos Silva. em 15/11/2012 16:15:06
esta criança que foi amordaçada poderia ser morta si não fosse percebida a ação deste marginal que foi preso, e esta pagando o que fêz.
 
carlos marques em 15/11/2012 16:12:39
Não quero que pensem que sou a favor desse idoso pelo que fez....mas porque ele foi levado para o presidio???
Porque não levaram o safado do caso "padrastro do menininho de 04 anos" que ainda encontra-se internado na Santa Casa....esse sim merecia ser transferido para la ......Não entendo porque as coisas acontecem dessa maneira...fica aqui minha indignação......
 
Marilene de Souza em 15/11/2012 15:34:04
Será que a filha desse idoso, também se preocupou com a família da criança?
 
beatricy bento em 15/11/2012 15:33:45
sorte dele que ficou vivo...
pelo que fez, merecia ser pior!!!!
amarrar uma menina e, sequer assumir o que ia fazer, covarde de ultima categoria.
 
carlos cruz souza em 15/11/2012 15:05:00
Não sou a favor do que fizeram com o "sujeito" aí, porém ele também não teve respeito por uma criança de apenas 9 anos, inocente e sem poder de reação...Infelizmente na cadeia eles tem suas leis própria.
 
Vanessa Silva em 15/11/2012 15:02:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions