A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

29/07/2019 15:29

Agehab começa a receber documentos de sorteados para 602 apartamentos

Primeira convocação envolve 154 sorteados para o Residencial Sírio Libanês, que têm até 2 de agosto para encaminhar a papelada

Humberto Marques
Agehab convocou os primeiros 154 contemplados com apartamentos para entrega de documentação. (Foto: Moisés Silva/Arquivo)Agehab convocou os primeiros 154 contemplados com apartamentos para entrega de documentação. (Foto: Moisés Silva/Arquivo)

A Agehag (Agência Estadual de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) deu início nesta segunda-feira (29) ao recebimento da documentação dos sorteados para receberem 602 apartamentos em fase de conclusão em Campo Grande. O cronograma será feito por etapas, conforme o residencial para o qual o mutuário foi designado, e vai até 6 de setembro.

A documentação é necessária para que a Agehab monte os dossiês e encaminhe à Caixa Econômica Federal, para aprovação final do candidato. A primeira convocação envolve os 154 contemplados com unidades habitacionais no Residencial Sírio Libanês I, II e III, que têm até 2 de agosto para entregar os documentos necessários para comprovar os critérios de distribuição das moradias –clique aqui e confira a lista de beneficiados chamados.

Ao todo, são quatro empreendimentos construídos em diferentes bairros de Campo Grande, que terão datas específicas para recebimento dos papéis.

A próxima fase envolve os 210 sorteados para o Residencial Portal das Laranjeiras, que devem entregar os documentos entre 5 e 9 de agosto. De 27 a 30 de agosto, será a vez dos 119 contemplados para um apartamento no Residencial Jardim Aero Rancho 7; e entre 2 e 6 de setembro serão chamados também 119 sorteados para um imóvel no Residencial Jardim Aero Rancho 8.

Todos os apartamentos ainda estão em fase de construção, prevista para terminar em 2020. Depois de concluídas, devem ter prestações mensais entre R$ 80 e R$ 220 –conforme a renda familiar do beneficiário, que deve ser de até R$ 1,8 mil por mês. A prestação será paga à Caixa, e os mutuários estão proibidos de vender ou alugar os apartamentos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions