A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/01/2012 17:15

OAB/MS constata agressão a preso e Agepen abre sindicância

Nadyenka Castro

A Ordem dos Advogados do Brasil recebeu denúncia e foi até o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima. Lá, o detento disse que foi agredido por agentes penitenciários. Prontuário médico confirmou os ferimentos

Exame visual comprovou agressões em preso que cumpre pena por porte de arma no presídio de Segurança Máxima. (Foto: Divulgação OAB-MS)Exame visual comprovou agressões em preso que cumpre pena por porte de arma no presídio de Segurança Máxima. (Foto: Divulgação OAB-MS)

Após receber denúncia sobre agressão a um preso, a OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil/subseção de Mato Grosso do Sul) foi até o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande e constatou que Cipriano Martins Júnior, de 28 anos, foi agredido.

Ele disse à Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Ordem que as agressões foram feitas por agentes penitenciários. Diante da denúncia, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) abriu sindicância para apurar a participação de servidores no caso.

Conforme a OAB/MS, o vice-presidente da Comissão, advogado Osvaldo Pimenta de Abreu foi ao presídio acompanhado de um dos membros da Comissão, Irineu Domingos Mendes. Ambos conversaram com Cipriano e este relatou as agressões, apontou os autores e disse não saber o motivo.

Os representantes da OAB/MS tiveram acesso ao prontuário de atendimento do detento no Posto de Saúde do bairro Tiradentes. Segundo a OAB/MS, o documento confirma que o paciente foi vítima de espancamento. Os advogados também tiveram acesso à ficha disciplinar do detento, que mostra que ele não tem pendências disciplinares.

A denúncia foi encaminhada à Agepen, que, além de abrir sindicância, irá manter a Ordem atualizada sobre o andamento da apuração e o resultado do processo disciplinar.

Conforme a OAB/MS, Cipriano nasceu na cidade de Aquidauana, está preso desde o ano passado por porte ilegal de arma de fogo e antes já havia sido condenado por furto.



Nunca é demais lembar: as Comissões e os grupos de Direitos Humanos só lembram e assistem aos bandidos. Quando o cidadão comum trabalhador é afetado ou atingido por algum marginal desocupado ou psicopata a OAB não faz alarde nenhum. Presídio dá notícia e holofote - e eles querem se aparecer. E assim caminha a humanidade...
 
Virgílio Sabino em 26/01/2012 11:54:47
Para os defensores dos presos, é só permanecer dentro de um presídio, acompanhar a rotina dos Agentes Penitenciário, que voces verão como funciona. Recentemente um Oficial Penitenciário foi assassinado no portão do seu local de trabalho. Por ai percebe-se o perigo que é, e até o momento não foi elucidado o crime bárbaro. Os valores sociais estão invertendo, ta parecendo que o CRIME compensa.
 
altair silva de lima em 20/01/2012 12:02:45

Quando vejo reportagens sobre denúncias de agressões a presos, fico indignado. O CIDADÃO trabalador que tem seu direitos violados nunca tem assistência jurídica, médica, psicológica, entre outras. O CIDADÃO tem que levantar cedo pra trabalhar e muitas das vezes come uma alimentação básica, é o que ele consegue com o suor do seu trabalho; É uma vida sofrida. Que pena do CIDADÃ! Este é o Brasil...
 
altair silva de lima em 20/01/2012 11:52:20
Fico indignado só de ouvir falar de organizacao de direitos humanos, deveria mudar para "organizacao de direito dos condenados, bandidos e afins"
 
Angelo Fantin em 18/01/2012 11:57:31
só se foi vc que foi visitar ele....só pode pq vc sabe disso entao vc tava lá com ele...
 
joaquim nevez em 18/01/2012 11:34:23
Nossa Senhora essa OAB é bem eficiente heim!!!!!!!!!!!
Quero ver se um trabalhador honesto chegar com uma denúncia de espancamento ou coisa parecida se eles irão até o local para averiguar a denúncia. Agora quando mexe com os coitadinhos dos infratores da sociedade eles agem rápidinho. A cada dia que passa essa Ordem está ficando cada vez mais sem crédito perante a socidade.
 
Fabio Augusto em 18/01/2012 11:03:55
bandido nao e santo nao conheço um monte de cidadao honesto que foi vitima de agreçao de bandidos levou tiro cidada que foi estrupada em chacara nao vi dizer que a oab foi la visitala levar pelo menos conforto a familia se ele apanhou deve no minimo ter batino em algum agente ou ameaçado de morte;. este direitos humano nao e so para bandido nao vai atras de uma senhora que esta dormindo num
 
miltonaparecido miguel em 18/01/2012 10:57:40
O "santinho" não sabe o motivo, só tem anjinho na Máxima.
 
João de Paula em 18/01/2012 10:22:11
eu tbem acho que foi a visita
 
enoque camps em 18/01/2012 10:12:51
Acho que o detento estaria melhor assistido se o representante da OAB ou o representante dos Direitos Humanos o levassem pra casa e colocassem pra dormir no quarto junto com seus filhos...Será que ele não tomou uma surra dos outros presos...
 
Luiz Ferreira em 18/01/2012 08:13:19
Vai ver que foi a "visita" que fez isso! ( tudo que acontece é visita, telefone celular drogas armas enfim)
 
sandra lima em 18/01/2012 06:13:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions