ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Após frustração com adiamento, candidatos fazem concurso para Censo 2022

Principal pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística foi adiada para este ano

Por Guilherme Correia e Bruna Marques | 10/04/2022 13:27
Prova teve início às 8h, para recenseadores, e às 13h30 para agentes censitários. (Foto: Marcos Maluf)
Prova teve início às 8h, para recenseadores, e às 13h30 para agentes censitários. (Foto: Marcos Maluf)

Marcado para este domingo (10), o concurso de vagas temporárias para o Censo 2022 foi feito em todo o Brasil e, na Capital, a prova foi aplicada em salas de aula da Unigran.

Para os cargos de recenseadores do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), foi aplicado exame durante a manhã, e no período da tarde, será para os agentes censitários municipais e supervisores.

A expectativa da estudante Karina Leivino, de 26 anos, era a melhor possível - ela chegou cedo, com uma hora de antecedência, vindo do Jardim Tijuca. “Estou acostumada a fazer concurso e sempre chego mais cedo. Às vezes dá problemas no caminho e eu me previno. Acho que eu vou bem, acredito que não seja tão complicado. Eles forneceram apostila no próprio site do IBGE - tinha uma cartilha sobre como falar com as pessoas, que é algo que vai cair na prova”, explica.

O IBGE disponibilizou apostila de conhecimentos técnicos para que o candidato tenha acesso às informações necessárias para responder às questões sobre a operação censitária.

Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte à aplicação das provas, 11 de abril, no site da FGV (Fundação Getúlio Vargas). O resultado final está previsto para 20 de maio.

A contadora Joselaine Penha, de 38 anos, veio do Residencial Ana Maria do Couto, e chegou às 12h40. “Vim mais cedo para não ter imprevisto e vir bem calma.”

Veterana de seis concursos na vida, ela se inscreveu no final de 2021 e acredita que poderá haver questões difíceis. “Acho que poderia ter me preparado melhor neste, fui levando e deixei para estudar no último mês. Mas vou fazer a prova porque é um salário bom.”

Além disso, ela ressalta que o adiamento da prova - marcada inicialmente para 2020 -, foi importante para garantir segurança durante a realização do concurso, além das próprias entrevistas feitas para o Censo, já que os profissionais irão até as casas e terão contato com outras pessoas.

A pedagoga Jackeline Anne de Souza Brito, de 34 anos, mora na Mata do Jacinto e trabalha em em um pet shop. Ela chegou um pouco depois, às 12h50, e veio de carona para não ter de achar vaga para estacionar.

“Eu não atuo como pedagoga, estou pensando em investimento para mim e gosto da área de pesquisa. Na realidade, eu estudei com uma semana de antecedência. Não deu tempo de estudar tudo, mas como tenho uma bagagem, porque já fiz outros concursos, foquei mais na parte específica e técnica.”

Candidatos têm de seguir procotolos de biossegurança do município. (Foto: Marcos Maluf)
Candidatos têm de seguir procotolos de biossegurança do município. (Foto: Marcos Maluf)

Concurso - Os candidatos são obrigados a usar máscara e seguir protocolos sanitários contra a covid-19 estabelecidos por cada município e informados no cartão de confirmação da inscrição. O candidato que descumprir orientações previstas no edital será eliminado do processo seletivo.

A prova para recenseador foi aplicada às 8h (de MS) e terá três horas de duração, com 50 questões de Língua Portuguesa, Matemática, Ética no Serviço Público e Conhecimentos Técnicos.

Já os candidatos a agente censitário farão as provas no período da tarde. Elas serão aplicadas às 13h30 (de MS) e terão duração de três horas e trinta minutos, com 60 questões, de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo, Ética no Serviço Público, Noções de Administração/Situações Gerenciais e Conhecimentos Técnicos.

Serão 2.524 vagas de recenseador e 257 para agente censitário supervisor e 87 para agente censitário municipal.

Os recenseadores coletam informações por meio de entrevistas, enquanto o agente censitário supervisor gerencia o trabalho do posto de coleta, e o municipal orienta e auxilia no trabalho de campo.

O profissional deve ter Ensino Fundamental ou Médio completo, conforme cada vaga, e ganha por produção. Os salários são de R$ 1,7 mil e R$ 2,1 mil, respectivamente.

Ao todo, serão mais de 2,8 mil vagas para fazer o Censo 2022. (Foto: Marcos Maluf)
Ao todo, serão mais de 2,8 mil vagas para fazer o Censo 2022. (Foto: Marcos Maluf)

Censo - A pesquisa tem início a partir de 1º de agosto deste ano e mais de 213 milhões de habitantes, em mais de 70 milhões de casas, serão visitados pelos recenseadores, em todos os 5.570 municípios do País.

O objetivo do Censo 2022 é revelar características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo.

O objetivo é atualizar os dados que servem de base sobre as condições de vida da população em território brasileiro.

Nos siga no Google Notícias