ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Apos meia hora, pintores são resgatados ilesos do alto de prédio

Apenas uma das vítimas reclamou de dor em uma das pernas

Por Clayton Neves e Ana Paula Chuva | 16/06/2021 16:42



Após cerca de meia hora pendurados por uma corda, os pintores Naudivan, de 28 anos, e Alysson, de 34, foram resgatados do alto do prédio de três andares onde ficaram presos após sustentação do andaime em que estavam arrebentando. Apesar do susto, por sorte os dois não tiveram ferimentos graves.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, um dos homens foi socorrido pela escada magirus e o outro, que estava mais afastado, desceu pela modalidade rapel. Apenas uma das vítimas reclamou de dor em uma das pernas, segundo socorristas, incômodo provocado pelo contato do corpo com a corda de sustentação. “O peso do corpo fez pressão na virilha, mas não foi nada grave”, explicou o tenente coronel Danilo Leite, do Corpo de Bombeiros

Segundo ele, um dos lados do andaime se soltou e fez com que a dupla ficasse pendurada a 15 metros do chão. Segundo ele, os equipamentos de proteção individual foram indispensáveis para que algo pior não acontecesse.

Esse foi o primeiro resgate de pessoas fora de missão de treinamento feito com a escada magirus, equipamento especial que já foi usado para controle de incêndios em Campo Grande.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário