A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/11/2012 11:47

Após missa, 250 participam de caminhada por justiça e paz

Ato foi organizado por familiares e amigos de Ike Cezar Gonçalves, morto há uma semana por um policial militar

Nadyenka Castro e Paula Vitorino
Amigos e familiares em caminhada pela avenida Afonso Pena.Amigos e familiares em caminhada pela avenida Afonso Pena.
Dona Jacy, mãe de Ike, lê carta em homenagem ao filho. (Fotos: Rodrigo Pazinato)Dona Jacy, mãe de Ike, lê carta em homenagem ao filho. (Fotos: Rodrigo Pazinato)

Para reforçar o pedido de justiça e paz, familiares e amigos de Ike Cezar Gonçalves, 29 anos, morto por um tiro disparado por um policial militar, fizeram caminhada na manhã deste domingo. O ato reuniu aproximadamente 250 pessoas e foi realizado após a missa em homenagem ao rapaz, que foi sepultado no dia que completaria 30 anos.

Vestidos com camiseta na cor branca estampada o rosto de Ike e com os dizeres “Quero Paz, Quero Vida”, levando cartazes e faixas, o grupo seguiu da Igreja Nossa Senhora Perpétuo Socorro à Praça Ary Coelho, pela avenida Afonso Pena. Participaram adultos, jovens e crianças.

Antes da caminhada, a mãe de Ike, Jacy Vieira do Nascimento, 49 anos, leu uma carta que fez em homenagem ao filho. A leitura já havia sido feita no início da missa, mas, algumas pessoas não tinham escutado.

Entre as pessoas que participaram do ato estava Max Bruno Souza. Ele era um dos amigos de Ike que testemunharam o crime, na madrugada do dia 28 de outubro, em frente à casa de shows Santa Fé, na rua Brilhante.

Max Bruno lembrou que ocorria uma confusão em frente à casa noturna, envolvendo amigos dele e também do policial Bonifácio dos Santos Júnior, de 36 anos. Segundo o jovem, o militar já havia feito dois disparos para o alto quando Ike foi tentar dar fim à confusão e acabou atingido por um tiro na testa.

O policial está preso. O caso está em investigação pela Polícia Civil.



Muita maldade o comentario desse tal de Ademar Coelho, que nem deve ser o nome verdadeiro, se esconde no anonimato para criticar aos policiais sem dar a chanche de defesa.. Entáo deixar que uma pessoa fale mal de toda uma corporacao sem saber o que escreve ou mesmo por outro motivo qualquer, inveja, despeito, ciumes, ressentido por náo conseguir passar nos exames para ser um policiai militar.
 
Horlando P. de Mattos em 05/11/2012 09:44:28
que Barbabaridade neh, um jovem inocente morto!!

Com certeza se não estivesse fazendo baderna e causando confusão num lugar onde as pessoas vão para se divertir o santo inocente ainda estaria vivo!!
 
leandro batista em 05/11/2012 08:13:26
Viu que absurdos. Os policiais militares são treinados para matar? para atirar na cabeça de pessoas inocentes e bandidos? Enquanto muitos pedem em seu comentários: promoção, ato de bravura aos policiais militares que matam mais um e mais um, devia-se ir orar com os famniliares das vítimas, pelo filho, parente inocente que perdeu, devido ao treinamento de execução que estes policiais recebem
 
Perpetua da Conceição em 04/11/2012 15:23:15
Lindo ato dos amigos e familiares.
Eu acompanhei as reportagens pelo CGN e também os cometários dos internautas. Dentre os comentários, há alguns que dizem que há registro em nome da vítima nos sistemas policiais por duas ocorrências.
O que indaguei a estes comentaristas era que deem a fonte de suas informações, pois parece-me que são policiais que têm acesso a sistemas público de informação que são restritos e só podem ser utilizados com finalidade pública.
Fico preocupado com a possibilidade de qualquer policial acessar meus dados e vir jogá-los aqui na internet sem critério algum, sem ordem judicial ou sem qualquer outra finalidade pública.
Sr. Secretário de Segurança Pública, gostaria de saber se os policiais podem acessar os registros de qualquer cidadão e vir expô-los na internet?
 
Ademar Coelho da Silva Neto em 04/11/2012 13:13:37
Ação UTÓPICA!!!! UTÓPICA!! Isso mesmo todos nós sabemos que, enquanto não for feita uma revisão no Código Penal, pode, todos opdem fazer manivestação, passeata..... e nada será feito. Enquanto houver as beneces para a bandidagem, como os chamados indultos de natal, dia dos pais, das mães, namorados, são João, São Pedro, etc.....enquanto os bandidos que etudam o tarbalham UM DIA e ganham três na redução da pena.. todas essas manifestções serão UTOPIAS. POr isso eu falo. parem, com isso!!!! Temos que cobrar os noss representantes na Câmara Fedral pra votar um CÓDIGO DESCENTE....... sem blá.. bla.. bla..
 
Gilson Giordano em 04/11/2012 13:08:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions