A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/09/2013 16:02

Após pane, Fórum de Campo Grande reabre as portas

Lidiane Kober
Servidores voltaram ao trabalho, mas movimento foi tranquilo no Fórum da Capital, após pane (Foto: Cleber Gellio)Servidores voltaram ao trabalho, mas movimento foi tranquilo no Fórum da Capital, após pane (Foto: Cleber Gellio)

Após pane de quase uma semana no portal eletrônico de processos do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), o Fórum de Campo Grande reabriu, na tarde desta sexta-feira (27), as portas. Os funcionários abandonaram o sistema de plantão, mesmo assim, poucas pessoas procuraram o local.

De acordo com funcionários do Fórum, na sexta-feira, tradicionalmente, o movimento é fraco por não contar com audiências e nem com o serviço da Defensoria Pública. “Sexta é dia de consultar processos ou de buscar alvará de soltura ou de liberdade provisória”, citou o advogado Wilson Capistrano.

Com uma cliente, ele foi ao Fórum hoje e lamentou a semana de pane no sistema. “Perdi uma semana de trabalho”, disse. No período da pane, os prazos foram suspeitos e as novas datas começam a contar a partir da próxima segunda-feira (30).

Evilazio Lucio Marques também foi ao Fórum nesta sexta-feira. “Nem sabia que o local estava fechado até ontem”, comentou. Ele foi conferir o andamento de um processo que tenta recuperar dinheiro descontado de sua conta bancária. “Não fechei nenhum tipo de negócio com um tal de Banco BGN e volta e meia comem dinheiro da minha conta, este mês foram quase R$ 150”, relatou.

De sábado (21) até ontem (26), advogados, partes e o funcionários do Poder Judiciário ficaram sem acessar aos processos e o Fórum de Campo Grande foi obrigado a dispensar os funcionários e só funcionar em regime de plantão.

Conforme o Portal da Transparência do TJMS, a Softplan, responsável por manter o portal eletrônico, tem três contratos na ordem de R$ 2,2 milhões por ano. A empresa atribuiu a pane a uma “situação atípica e inesperada”. Só na Capital, cerca de 250 mil processos tramitam.

OAB teme que pane "suma" com cerca de 250 mil processos na Justiça
A manutenção do SAJ (Sistema de Automação do Judiciário), ferramenta usada na digitalização dos processos do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Gross...
Com contratos de R$ 2,2 milhões, empresa diz que pane no TJ é atípica
A Softplan – Planejamento e Sistemas, que recebe R$ 2,2 milhões por ano do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), atribuiu a uma “situação...


"A empresa atribuiu a pane a uma 'situação atípica e inesperada'. "
Ainda bem. E se fosse o contrário? Em termos de ciencias exatas, como dizia Kenneth, vivemos na era da incerteza.
 
Carlos Cordeiro em 27/09/2013 19:06:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions