ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Após quase 30 horas de tumulto, voos em Campo Grande voltam ao normal

Segundo a Infreaero, 233 voos foram cancelados devido ao acidente na pista de pouso de Congonhas

Izabela Cavalcanti e Ana Beatriz | 11/10/2022 09:30
Aeroporto Internacional de Campo Grande volta a operar normalmente (Foto: Henrique Kawaminami)
Aeroporto Internacional de Campo Grande volta a operar normalmente (Foto: Henrique Kawaminami)

O caos causado pelo incidente na pista de pouso de Congonhas, só normalizou os voos no Aeroporto Internacional de Campo Grande, no fim da tarde de ontem (10). Nesta terça-feira (11), o local já estava mais vazio e com menos filas. Agora, os passageiros poderão tentar aproveitar os feriados da Divisão do Estado e Nossa Senhora Aparecida.

Os voos voltaram a se reestabelecer após quase 30 horas de tumulto. Ontem, às 18h, ainda tinha pessoas esperando por um novo horário de voo.

A funcionária pública Cintia Dias, de 37 anos, está de viagem marcada para Campinas, às 09h50, de hoje. Por sorte, ela não enfrentou o problema.

“Eu fiquei sabendo por cima, nem sabia que tinha afetado Campo Grande, espero que o voo seja tranquilo e tudo dentro dos conformes”, comentou.

Deolíce Conceição Bazete, de 66 anos, também está no mesmo voo que Cintia. Ela estava em  Campo Grande visitando a família. “Eu espero que o voo e o embarque seja tranquilo, sem surpresas”, disse.

Entenda - Avião de pequeno porte furou o pneu, durante pouso, no Aeroporto de Congonhas, às 13h32 do último domingo (9). Com isso, a pista foi fechada, sendo liberada às 22h18 do mesmo dia.

Conforme a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), durante todo o domingo, 116 voos foram cancelados partindo do Aeroporto de Congonhas e 117 chegando.

O acidente fez com que o avião saísse da pista, parando próximo a um barranco. Na aeronave tinham dois tripulantes e três passageiros. Ninguém ficou ferido.

“As investigações sobre a causa do acidente estão sendo conduzidas pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes), órgão do Comando da Aeronáutica”, diz parte da nota enviada ao Campo Grande News.

Ontem, o cenário foi de frustração para muitos passageiros. Cansaço, incertezas, pessoas dormindo no chão, e longo período de espera definiram a véspera de feriado em Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias