A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/02/2013 08:26

Às vésperas de aulas começarem, Fies ainda é problema

Paula Vitorino
Fila para senha do FIES ainda era grande nessa manhã. (Foto: Luciano Muta)Fila para senha do FIES ainda era grande nessa manhã. (Foto: Luciano Muta)

Na manhã dessa sexta-feira (15), pais e alunos continuavam enfrentando dificuldades para conseguir fazer o cadastramento no Fies (Fundo de Financiamento do Ensino Superior) para cursar uma das graduações da Universidade Uniderp/Anhanguera.

O sistema de senhas está funcionando, mas a preocupação agora é que os atendimentos estão sendo agendados só a partir do dia 26 e as aulas começam na próxima segunda-feira (18). A fila, por volta das 8h, era grande, mas a maioria chegou ao local de madrugada ou logo no início do dia para tentar ser atendido ainda hoje, no entanto, saíram com a informação de que terão de voltar no dia 26.

“Segunda já começa a aula e a gente não sabe ainda como vai ficar isso. Ele só faz o curso se conseguir o FIES. Mas vamos ver, acho que tem que ir assistindo a aula até resolver isso”, diz a mãe Eugênia, de 38 anos, que mora em Costa Rica e vai precisar viajar mais uma vez para resolver a questão.

Desde às 6h na fila, Regina, de 40 anos, também recebeu senha para o dia 26 e diz que essa é a terceira vez que tenta atendimento no local. “Das outras vezes diziam que a senha tinha acabado”, diz.

A incerteza sobre o estudo na Universidade é compartilhado pela dona de casa Marinês, de 38 anos, que mora em Sidrolândia e diz que a filha só vai fazer o curso de Engenharia Civil se conseguir o FIES. “É terceira vez que venha e ainda não fui atendida. Vou ter que voltar dia 26 ainda”, diz.

A assessoria de imprensa da Uniderp afirma que não é necessário que os interessados madruguem na fila, porque as senhas são distribuídas ao longo de todo o dia. O procedimento foi adotado após intervenção do Procon. Segundo a Universidade, são cerca de 100 senhas distribuídas por dia.

A justificativa para a demora no agendamento é a de que a demanda é grande e os atendimentos são agendados conforme vai sendo fechado o limite por dia. As senhas estão sendo distribuídas desde o dia 7 e, de acordo com a Universidade, as pessoas que foram primeiro no local conseguiram agendar antes o atendimento, mas a partir de agora só irão conseguir agendamento a partir do dia 26. Já foram feitos cerca de 2 mil atendimentos até o início do mês.

Sobre o início do ano letivo, a Universidade garante que os estudantes que esperam o FIES poderão assistir normalmente as aulas. Isso por que todos os jovens que concorrem ao financiamento precisam já estar matriculados no curso. A assessoria esclarece que o financiamento, após ser aprovado, cobre débitos de meses anteriores.

No dia do atendimento agendado, o aluno deve levar todos os documentos (cópias e originais) listados no portal www.sisfiesportal.mec.gov.br. Dúvidas também devem ser esclarecidas por meio do portal do MEC.

Número de financiamentos estudantis pelo Fies aumentou 140% entre 2011 e 2012
O número de contratos firmados por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) mais do que dobrou em 2012 em relação a 2011, segundo dados divul...
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...


Admiro a Universidade pela capacidade de número de vagas AUTORIZADAS pelo MEC -Órgão competente da Educação no Pais. Parabéns ao Grupo Anhanguera Educacional e em especial a Anhanguera Uniderp por oferecer oportunidade de conhecimento aos cidadãos que tem acesso ao FIES e ao PROUNI. Isso chamasse CIDADANIA e RESPONSABILIDADE SOCIAL.
Infelizmente o cidadão brasileiro é muito ingrato. Quer tudo de mãos beijadas e sem esforço algum. Difícil agradar a todos.
 
Estela Maris em 15/02/2013 14:38:15
Ótima matéria! Só esqueceram de citar a fila enorme (que não se comparava a do FIES) para fazer a matrícula.
 
Ricardo Fuhrmann em 15/02/2013 14:09:00
Não adianta brasileiro adora fila!
 
Etiene mendonça em 15/02/2013 10:33:06
É uma falta de consideração com as pessoas que precisam desse financiamento e do Prouni. O atendimento é muito demorado e ainda existem pessoas que tentam furar a fila, desrespeitando quem chegou cedo pra pegar a senha. É uma desorganização total!!!!!
 
Ana Claudia da Silva em 15/02/2013 09:41:02
Parabéns à Universidade por estar tentando resolver o problema de atendimento.
As pessoas precisam aprender a buscar informações antes de reclamar, pois a Universidade em entrevistas anteriores já havia dito que os alunos não precisam se preocupar com o inicio das aulas, pois o FIES pode ser contratado a qualquer momento e também que o atendimento será agendado para melhor atende-los. Existem várias fontes para ter informações sobre o FIES sobre as Portarias mais ninguém lê, só querem reclamar.

 
Marcelo Chaves em 15/02/2013 08:58:05
Gostaria de saber como esses jovens querem cursar o ensino superior se nem têm a capacidade de se informarem. Os jornais de Campo Grande estão falando sobre isso há vários dias e desde a semana passada já disseram que os atendimentos são realizados por de distribuição de senha, que não precisa madrugar... Mais engraçado ainda é saber que esses futuros universitários passam dias em filas para comprar ingressos ou para adquirir produtos supérfluos sem reclamar de nada. Não estou defendendo a instituição, mas acredito que existem coisas muito mais graves acontecendo na cidade. Êeee Brasil!
 
Laura Sodré em 15/02/2013 08:55:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions