A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/03/2015 11:32

Audácia de grupo que furtou projetores no RJ impressiona a polícia do MS

Renan Nucci
Delegada Ana Cláudia Medina coordenou operação que recuperou projetores furtados no RJ. (Foto: Marcos Ermínio)Delegada Ana Cláudia Medina coordenou operação que recuperou projetores furtados no RJ. (Foto: Marcos Ermínio)
Parte dos projetores avaliados em R$ 24 milhões estava escondida em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Parte dos projetores avaliados em R$ 24 milhões estava escondida em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

A audácia da organização criminosa que furtou os projetores importados recuperados pela Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) na manhã desta segunda-feira (02), no âmbito da "Operação Projeção", em Campo Grande, chama a atenção da polícia. O grupo estacionou ao menos cinco carretas no armazém que fica em Vigário Geral, subúrbio do Rio de Janeiro (RJ), subtraindo os produtos avaliados em R$ 24 milhões, dia 1º de fevereiro.

Esta pode ter sido a maior apreensão do tipo no país. O material de alta tecnologia, 3D e 4D,  seria distribuído em mil salas de cinema. Os projetores digitais são de fabricação belga e seus acessórios têm origem nos Estados Unidos. “Eles foram audaciosos. Chegaram ao local em plena luz do dia, arrombaram as portas, destruíram o sistema de segurança e encheram as carretas (com uma empilhadeira)”, disse a delegada Ana Cláudia Medina. Segundo o portal online da Globo no Rio de Janeiro, vizinhos flagraram a ação, mas não desconfiaram acreditando que fosse um carregamento de rotina.

Apreensão na Capital – Parte do material furtado estava escondido desde o último dia 19 em um armazém alugado na Rua Filomena Segundo Nascimento, no Jardim Itamaracá. A polícia descarta, por enquanto, envolvimento do proprietário do imóvel, já que ele franqueou entrada no local. Outra quantia de projetores foi recuperada mês passado em Minas Gerais. “Aguardamos laudo pericial para saber quantos equipamentos estão aqui e o que falta ser recuperado”, explicou.

O grupo foi identificado, mas até o momento ninguém foi preso. Os envolvidos são especialistas no roubo e furto de cargas valiosas no Rio, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. As autoridades também buscam possíveis receptadores. Existe a possibilidade de que os ladrões não tivessem conhecimento da funcionalidade do que estavam subtraindo, pois esta tecnologia só opera por meio da chave de segurança emitida via satélite. “As investigações continuam. Foram expedidos mandatos de prisão e vamos acionar a polícia de estados vizinhos”, completou.

Maior furto de carga do país – A delegada da Deco acredita que esta seja a maior apreensão de carga furtada do país. “Até onde tenho conhecimento, pelo menos até o momento, neste ano, acredito que sim”, explicou. A empresa responsável pela distribuição dos projetores possui seguro, mas precisa aguardar a reposição do equipamento, o que pode levar até dois meses.

Homem encontra corpo em decomposição no chão de chácara
Um homem foi encontrado morto na Chácara Nossa Senhora do Carmo, na cidade de Jaraguari, a 44 quilômetros de Campo Grande. De acordo com boletim de o...
Defesa Civil alerta para os risco de alagamentos em decorrência de chuva forte
A Cedec-MS ( Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul) emitiu na tarde desta quarta-feira (18) um alerta para o risco de alagamen...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions