A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/04/2015 13:45

Ayache coordena painel sobre gestão dos planos de saúde no país

Ricardo Campos Jr.
Ayache durante seminário em Brasília (Fotos: divulgação / Cassems)Ayache durante seminário em Brasília (Fotos: divulgação / Cassems)

Painel coordenado por Ricardo Ayache, presidente da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul), expôs a necessidade de rever os modelos de gestão dos planos de saúde brasileiros para que não haja ruína do sistema suplementar.

O evento foi um dos debates feitos em Brasília, nesta terça-feira (14), durante a sexta edição do Seminário Unidas – Economia, Saúde e Gestão. A instituição organizadora, segundo a assessoria da Cassems, congrega entidades de autogestão do país. O principal tema envolvido no encontro foi a situação dos convênios.

A lei prevê que os planos atuem como sistema complementar em relação à rede pública, mas o que ocorre atualmente é uma ação substitutiva em relação ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Dentro do painel foram debatidos o envelhecimento populacional, a profissionalização da gestão e as inovações tecnológicas que levam ao aumento dos custos assistenciais. Segundo a assessoria da Cassems, entre as soluções apontadas está a mudança do modelo curativo para um preventivo, além de buscar melhorias na qualidade assistencial aos clientes dos convênios.

Também entrou em pauta a profissionalização constante da gestão, passando por um processo de diálogo com todos os profissionais de saúde e prestadores de serviço.

Para Ayache, conforme a assessoria da Cassems, as mudanças também devem envolver a conscientização dos usuários sobre a responsabilidade no equilíbrio financeiro do plano, dada a limitação de recursos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions