A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/07/2012 19:03

Base da PM da Vila Margarida é a primeira construída com 70% de doação

Paula Vitorino
Base volta com o reforço no número de policiais, 22 – quase o dobro do efetivo anterior. (Foto: Pedro Peralta)Base volta com o reforço no número de policiais, 22 – quase o dobro do efetivo anterior. (Foto: Pedro Peralta)

Com 70% dos R$ 40 milhões investidos na reforma vindo da própria comunidade, a Base Comunitária da Polícia Militar na Vila Margarida foi reinaugurada na noite desta quinta-feira (12), em solenidade.

De acordo com o comandante da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, essa é a 7ª Base Comunitária, mas a primeira a ser construída com tamanha parcela de colaboração da comunidade. Até o prédio pertence a população, mas foi cedido para uso da Polícia.

Ele também afirma que a decisão de reativar o posto partiu de uma exigência dos moradores. “A população manda no nosso trabalho”, frisa.

A base foi criada na década de 1980 e construída pelas mãos da vizinhança e dos policiais. O posto precisou ser fechado em outubro do ano passado devido as condições de precárias do prédio. “Não tinha condições de continuar funcionando”, diz o coronel.

Agora, além do visual renovado, a Base volta com o reforço no número de policiais, 22 – quase o dobro do efetivo anterior.

Comunidade - Para a vizinha Cristiane Mareco, de 29 anos, a reativação significa a volta da segurança. “Quando funcionava antes era muito mais seguro aqui”, diz.

O coronel explica que o foco do trabalho dos policiais vai ser junto a comunidade. “Eles vão buscar os problemas e as soluções junto com a comunidade. Vamos de casa em casa, nos comércios”, afirma.

Ele frisa que o trabalho do policial tem que ser igual de um médico com o paciente. “A população precisa trazer seus problemas para a Polícia”, diz.

O ex-comandante da Base e atual responsável pela Companhia de Policiamento da Região do Prosa, Cláudio Muzili, diz que o principal problema a ser combatido no bairro é a violência doméstica, provocada pela combinação de álcool e drogas.



Os prédios das unidades da pm aqui na minha região (anhanduí) são horríveis, alguns como o do parque airton senna são improvisados, pois ali era um vestiário, é um absurdo.
 
janine aparecida em 13/07/2012 10:38:25
É uma pena que seja a comunidade a construir suas próprias bases para a PM usar. Bom seria se isso fosse responsabilidade do Governo Estadual !!!
 
Isabel almeida em 12/07/2012 09:08:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions